28/05/2017 às 16h55min - Atualizada em 28/05/2017 às 16h55min

E Agora José...

Antonio Alberto Gomes Figueiredo (Toninho)
Internet
Estamos vendo nestes últimos dias os acontecimentos se desenrolarem na política nacional numa velocidade fantástica. O fato das denúncias dos donos da JBS terem vindo a público pela Globo, mostram que um novo jogo foi armado, significando que o ilegítimo Temer, não está conseguindo cumprir a agenda do consórcio golpista, e precisa ser substituído. Por outro lado, tirar Aécio do caminho, pois como Cunha, já cumpriu seu papel golpista e está se tornando um empecilho.

Porque isso? Verificando toda a repulsa ao Governo ilegítimo do Temer, e suas reformas, confirmados por dados públicos com avaliação positiva de apenas 4% da população, 92% achando que o Brasil está no caminho errado, com 78% desejando que o TSE casse seu mandato, e 90% gostariam de substitui-lo em eleições diretas e não pelo Parlamento. Ainda 71% contrários à Reforma da Previdência, e para 64% a Reforma Trabalhista privilegiam mais os empresários. Vale ressaltar que essas informações foram colhidas antes das denúncias que afetaram esse governo golpista diretamente.

Considerando também que aproximadamente 40 milhões de pessoas estiveram envolvidas na greve geral do dia 28 de abril, e várias manifestações de juristas, intelectuais e artistas, entidades civis, OAB, CNBB, etc, mostram o isolamento desse governo golpista, entendendo o mercado que este já não oferece condições de concluir o desmonte nacional, exigido por esses setores.


Pois bem, a armadilha que montaram leva as eleições indiretas, onde o novo Presidente será eleito por esse congresso corrompido, e terá a missão de concluir o desmonte, tanto que a Globo (novamente) já começa a propor a manutenção da equipe econômica, sustentáculo desse Projeto, inclusive com o próprio Meireles como Presidente indireto, lembrando que este foi Presidente do Conselho da J&F controladora da JBS desde 2012 até assumir o Ministério do Governo Temer, logo conhecedor de todas essas falcatruas, que envolveram mais de 2 mil políticos, onde seu amigo Temer recebia propina diretamente do dono da empresa.

Mas o que interessa ao consorcio golpista são as reformas trabalhista e da previdência, e a entrega das riquezas nacionais, como entregar o pré-sal e a Petrobrás para petroleiras estrangeiras, desmantelando toda a cadeia nacional de gás e petróleo, além de outros setores estratégicos ao desenvolvimento nacional.

Enfim, o importante é que o próximo nome tenha respaldo para conclui-las. Se não for esse será qualquer que possa concluir esse desmonte de direitos e entrega nacional, para agradar os verdadeiros donos do poder, os 1% dos muito ricos, responsáveis pela situação que vive o País hoje, iniciada com o golpe em 2016, com a retirada do governo eleito pelo voto popular.

Se a Globo e os donos do sistema financeiro não conseguiram mais sustentar Cunha, Aécio e Temer, terão que inventar um nome novo, um "salvador", alguém que seja vendido como "limpo" e fora do "jogo sujo" onde "todos os outros" estão metidos, para dar continuidade nesse projeto anti-popular. Nesse cenário, diz o professor Marchetti, o mais provável é que o "PIB" busque novos parceiros para a concretização dessas reformas em curso, como a da Previdência. "O principal indício disso, o mais emblemático, é a reunião da ministra Cármen Lúcia com uma parte do PIB, feita recentemente", afirma Marchetti.


Ao povo brasileiro interessa o fim imediato desse governo e a prisão do Aécio, inclusive também por suspeitas e ameaças de assassinatos. Mas que esse impasse seja resolvido por “ELEIÇÕES DIRETAS”. Essa é a grande batalha do nosso Povo, ocupar as ruas aos milhões exigindo “DIRETAS JÁ” e imediatamente todos os dias, em todos os locais, em todas as cidades, em todo o País.

Assim aconteceu a vigorosa manifestação do movimento sindical e social em Brasília neste dia 24 de maio, onde quase 200 mil trabalhadores e trabalhadoras ocuparam a capital para se manifestarem contra as reformas e pelo fim do governo Temer com eleições diretas.
E mais uma vez, buscaram mostrar nesse jogo, que a massa popular que se manifestava em Brasília, eram apenas arruaceiros, informações largamente utilizadas pela grande mídia. Mas a máscara caiu, pois nos dias de hoje, com a internet é difícil agir às escondidas.

Em imagens nas redes sociais, mostram alguns homens do serviço reservado da PM (P2), infiltrados entre os "moleques black blocs". Esse é de fato a raiz do tal vandalismo, para justificar a repressão policial intensa contra os trabalhadores e o povo que se manifestavam pacificamente, e a chamada para as ruas das Forças Armadas pelo GOLPISTA TEMERoso. E essa estratégia sempre foi usada. Lembro que nas manifestações dos anos 70, pelo “Restabelecimento do Estado Democrático de Direito” e pelo fim da “Ditadura Militar”, já nos deparávamos com essa provocação de infiltrados, principalmente dos serviços reservados da polícia.

Me lembrava um amigo estes dias: "A 2° Guerra Mundial foi uma hecatombe e teve diversas causas. Mas toda guerra para começar precisa de um "gatilho" que aciona a arma que deflagra o tiroteio. Como ela começou? Hitler providenciou para que um comando alemão vestido com uniformes poloneses se infiltrasse na fronteira entre os dois países e desse uns tiros para o lado alemão. O teatro deu a Hitler a desculpa para dizer que a Alemanha sob ataque polonês  precisava se defender, e invadiu o país vizinho com força total".

Assim, acredito que o que vai decidir por um caminho ou outro é a intensidade das manifestações na rua. Acreditamos que só o Movimento Popular, Democrático e Progressista “poderá apresentar uma saída factível à sociedade brasileira para o restabelecimento da ordem constitucional democrática no país, defender a soberania nacional, enfrentar a crise econômica, reverter o desmonte do Estado e salvar as conquistas históricas do povo trabalhador, buscando soluções concretas que ajudem o Brasil a sair da crise econômica,  e ampliar os direitos sociais e trabalhistas” – Plano Nacional de Emergência, pois pelo Congresso Nacional isso jamais ocorrerá, sendo que a grande maioria dos seus membros estão corrompidos por esses setores poderosos.

Por: Antonio Alberto Gomes Figueiredo (Toninho)
Santa Bárbara d’Oeste

 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018