05/11/2017 às 14h50min - Atualizada em 05/11/2017 às 14h50min

No aniversário de 84 anos do 8 a 0, Palmeiras busca sua 130ª vitória sobre rival

Comunicação Palmeiras
Foto: Divulgação / PALESTRA ITALIA 1933 (da esquerda para a direita): Lara, Imparato, Romeu Pellicciari, Avelino, Junqueira, Loschiavo, Sandro, Adolfo, Tunga e Goliardo; agachado, o goleiro Nascimento
O clássico entre Palmeiras e Corinthians completou no último mês de maio a marca de 100 anos de história. E a vantagem no retrospecto geral é do Verdão, que, desde 1917, enfrentou os rivais 363 vezes, venceu em 129 oportunidades, empatou 110 partidas e foi derrotado em 124 embates, com 518 gols marcados e 475 sofridos. Caso vença o duelo deste domingo (05), portanto, o Verdão ampliará a sua vantagem histórica no Derby, chegando ao 130º triunfo sobre o rival.

Os números oficializam todas os encontros que colocaram os clubes frente a frente em um campo de futebol, sem distinção de competição ou de tempo de jogo regulamentar. Para efeito de estatísticas, o Palmeiras sempre considerou os nove Derbys (4V, 3E e 2D) disputados pelo Torneio Início do Campeonato Paulista entre 1919 e 1969 – portanto, 50 anos de história em uma competição oficial, organizada pelas FPF e com a presença de seus filiados –, e também o empate em 0 a 0 válido pela Taça Henrique Mündel, competição disputada entre Palmeiras, Corinthians, Portuguesa e São Paulo a fim de arrecadar fundos para o time tricolor, que vivia grave crise financeira.

E quando o assunto é Derby, o dia 05 de novembro costuma trazer boas recordações para o torcedor palmeirense. Afinal, foi há exatos 84 anos, no dia 5 de novembro de 1933, que o Verdão aplicou incríveis 8 a 0 no rival, em jogo válido pelo Paulistão e também pelo Torneio Rio-São Paulo – essa é, até hoje, a maior goleada da história do clássico. Os gols foram de Romeu Pellicciari (4), Imparato (3) e Gabardo, e o Palestra Italia, à época, acabou ficando com os títulos paulista e do Rio-São Paulo de 1933. 

Curiosamente, as equipes voltaram a se enfrentar em outro dia 05 de novembro, desta vez no ano de 1958, e o Alviverde, novamente, bateu o arquirrival: 2 a 1, com gols de Julinho Botelho e Parada, em partida válida pelo Campeonato Paulista daquela temporada.

1000 clássicos

O Palmeiras completou no último dia 30 de setembro, contra o Santos, a sua milésima atuação em clássicos – considerando partidas contra Corinthians, São Paulo e Santos. O retrospecto palmeirense é altamente positivo: são 367 vitórias, 295 empates e 338 derrotas, além de 1468 gols marcados e 1348 sofridos.

Para encarar o Corinthians neste domingo, o Verdão tem um tabu positivo a seu favor: o de não perder como visitante há nove jogos. Desde 09 de julho, quando foi batido pelo Cruzeiro por 3 a 1 no primeiro turno do Brasileirão, o Mineirão, empatou com o Flamengo (2 a 2), superou o Sport (2 a 0), empatou com o Cruzeiro (1 a 1), venceu o Botafogo (2 a 1), empatou com o Vasco (1 a 1), empatou com o Atlético-MG (1 a 1) e bateu o Fluminense (1 a 0), o Atlético-GO (3 a 1) e o Grêmio (3 a 1).

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018