22/05/2017 às 10h39min - Atualizada em 22/05/2017 às 10h39min

Temer pede aos ministros e base aliada que Congresso trabalhe normalmente

Redação
INTERNET
O Presidente da República Michel Temer esteve reunido na noites de ontem (21), no Palácio da Alvorada com ministros e líderes do governo no Congresso Nacional e pediu que o Poder Legislativo continue trabalhando na sua "normalidade".

O encontro foi para discutir a crise política deflagrada após o jornal O Globo revelar que o dono do grupo JBS Joesley Batista, gravou uma conversa em que o presidente dá aval para comprar o silêncio do deputado cassado e ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ), depois que ele foi preso na operação Lava Jato.

De acordo com o líder do governo na Câmara, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), o presidente Michel Temer novamente se mostrou indignado com as denúncias e manifestou confiança de que vai "superar o momento".

O conteúdo da gravação, que tem sido questionado pelo Palácio do Planalto, foi divulgado pelo Supremo Tribunal Federal. Para solucionar um problema da JBS, a pedido de Temer, o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) teria sido filmado recebendo R$ 500 mil. A delação premiada de Batista e de seu irmão, Wesley Batista, foi homologada nesta quinta-feira (18) pelo ministro do STF Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato na corte.

 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018