14/01/2018 às 16h17min - Atualizada em 14/01/2018 às 16h17min

Adolescente de 14 anos e rapaz de 18 são acusados de furtar veículo e tentar arrombar empresa em Americana

Eles são acusados de tentar abrir estabelecimento batendo com Fiorino em marcha à ré; o menor foi liberado e o outro suspeito ficou preso

Rodrigo Pereira - rodrigo.pereira@portalatualidade.com.br
Redação
Dupla desistiu de arrombamento da empresa após o alarme tocar. FOTO: Divulgação
Um adolescente de 14 anos foi apreendido e um rapaz de 18 preso acusados de furtar uma Fiat Fiorino e tentar arrombar uma empresa com o veículo, na madrugada de hoje (14), em Americana. Eles foram abordados na Avenida Brasil, na altura do Jardim São Paulo, às 2h15.

A Gama (Guarda Municipal de Americana) recebeu denúncia de um vigilante de que ocorreu uma tentativa de arrombamento em uma empresa vizinha à que ele trabalha, na Rua Anhanguera. Ele relatou que uma Fiorino branca deixou o local em fuga após o alarme disparar. 

Equipes saíram em patrulhamento e, na Avenida Rafael Vitta, em frente à casa noturna Diamond, se depararam com o veículo em alta velocidade e na contramão, de acordo com o registro da corporação. Foi desobedecida uma ordem de parada feita pelos GCMs, a dupla foi perseguida e a Fiorino apresentou problemas mecânicos e parou na Avenida Brasil, em frente ao CCL (Centro de Cultura e Lazer), ainda conforme a Gama. 

Os guardas narraram que o veículo era dirigido pelo adolescente de 14 anos e ele tinha uma chave mixa no bolso de sua blusa. E que Alan Pereira de Oliveira, 18, portava estilhaços no bolso. O menor alegou que Oliveira o teria convidado para furtar o veículo e, após o crime, lhe teria entregue a mixa para que ele desse ignição, acrescentou a equipe. Eles ainda disseram que iriam furtar uma caixa de som, mas que após baterem com o veículo em marcha a ré por duas vezes na porta do estabelecimento o alarme disparou e desistiram, segundo a corporação. Eles foram apresentados à CPJ (Central de Polícia Judiciária), onde foi ratificada a prisão de Oliveira, que ficou à disposição da Justiça. O menor Wellington foi liberado à sua mãe.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018