18/08/2021 às 15h30min - Atualizada em 18/08/2021 às 15h30min

Estado de São Paulo vai diminuir intervalo entre doses da Pfizer

Divulgação
O governo de São Paulo afirmou nesta quarta-feira (18) que vai reduzir o intervalo de aplicação entre as duas doses do imunizante contra a Covid-19 da Pfizer para 21 dias assim que receber mais vacinas do governo federal.



"São Paulo vai seguir a recomendação da redução do intervalo das doses da vacina da Pfizer. Os nossos técnicos entendem que é possível reduzir o intervalo. Aliás, como estabelece o próprio fabricante, que atesta a eficácia e a segurança da vacina em um prazo bem inferior aos 90 dias que têm sido praticados no Brasil", afirmou o governador João Doria.

Segundo a coordenadora do programa estadual de imunização, Regiane de Paula, é necessário que mais doses sejam entregues para que o calendário avance e a segunda dose possa ser antecipada.

"Esperamos do Ministério da Saúde mais doses para que possamos avançar na população adolescente. Vamos vacinar todos os adolescentes. Precisamos que nos encaminhe doses da vacina da Pfizer para que a gente possa antecipar a segunda dose, como está previsto da bula da vacina", afirmou.

O Ministério da Saúde também anunciou nesta quarta-feira (18) que prevê reduzir o espaçamento da Pfizer, que hoje é de 90 dias, para 21 dias. A medida começa a valer a partir de setembro. 

“O intervalo da Pfizer no bulário é de 21 dias. Para avançar no número de brasileiros vacinados com a primeira dose, resolveu-se ampliar o espaço para 90 dias. Agora que nós já vamos completar a D1 [primeira dose] em setembro, estudamos voltar o intervalo para 21 dias para que a gente possa acelerar a D2 [segunda dose]. Se fizermos isso, em outubro teremos mais de 75% da população vacinada com a D2”, disse o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Outros estados e cidades já adotaram a redução de intervalo com o objetivo de ampliar a proteção da população, tendo em vista a ameaça com o avanço da variante delta. 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018