01/06/2017 às 15h31min - Atualizada em 01/06/2017 às 15h31min

Governo Estadual confirma indeferimento de empréstimo à Santa Casa de Misericórdia

Redação
Reprodução
Em resposta a Moção de Apelo, do vereador José Antônio Ferreira, Dr. José (PSDB), pedindo ao Estado a aprovação do projeto de reestruturação financeira da Santa Casa de Misericórdia, mantenedora do Hospital Santa Bárbara, o parlamentar foi informado que não será possível atender a sua solicitação.

A moção foi aprovado no ano passado e endereçada ao governador Geraldo Alckmin, ao secretário da Fazenda, Renato Villela, e ao diretor-presidente do Desenvolve SP, Milton Luiz de Melo Santos, para que reavaliassem decisão anterior. Nesta semana, o vereador Dr. José recebeu resposta assinada pelo subsecretário da Casa Civil, Murilo Macedo.

Segundo a manifestação, o Grupo de Planejamento e Avaliação/CRS ratifica o parecer do Departamento Regional de Saúde de Campinas que não cabe manifestar-se sobre a pertinência do pleito, considerando ser o Desenvolve SP uma instituição financeira do Governo do Estado de SP que promove o desenvolvimento sustentável do Estado, por meio de operações de crédito consciente e de longo prazo para pequenas e médias empresas paulistas.

Informa também que a Santa Casa de Misericórdia de Santa Bárbara d’Oeste está indicada no Auxílio Financeiro Santa Casa Sustentável como Hospital Estratégico, com valor mensal previsto de R$ 142.638,00, sendo que o convênio para o exercício de 2017 ainda não foi firmado, pois aguarda regularização documental. Por todo exposto esta Coordenadoria de Regiões de Saúde entende que o pleito encontra-se prejudicado.

No dia 11 de agosto de 2015, por ocasião da inauguração do Rodoterminal, o governador anunciou a liberação de um financiamento de R$ 8 milhões à Santa Casa de Misericórdia. Com o anúncio da liberação, o valor foi elevado para R$ 13 milhões em comum acordo entre a diretoria do HSB e o Desenvolve SP. Após o projeto ter sido elaborado, ao custo de R$ 20 mil, o órgão estadual indeferiu o empréstimo e comunicou a direção da Santa Casa em 27 de junho do ano passado.

“Infelizmente, nosso apelo não foi atendido em razão de critérios estabelecidos pela instituição financeira estadual, cujo empréstimo iria regularizar o déficit da Santa Casa, mas esperamos que o valor mensal de R$ 142,6 mil, disponibilizado ao hospital seja repassado o mais breve possível, após regularização documental solicitada pelo Estado, o que irá amenizar um pouco a situação financeira do nosso único hospital”, disse Dr. José.


 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018