15/06/2020 às 10h54min - Atualizada em 16/06/2020 às 19h34min

Casamentos em tempos de pandemia: como está a situação no Brasil

Divulgação

Milhares de noivos e noivas vivem momentos de apreensão atualmente, sem saber como realizar seus casamentos em tempos de pandemias. Afinal, a crise do novo coronavírus segue em alta.
 


Até o momento de fechamento desta pauta, foram mais de 600 mil infectados e 30 mil mortos só no Brasil, sem contar outros tantos países pelo mundo.

Enquanto isso, o Brasil segue com a sua média de 1 milhão de casamentos por ano. Mas como se casar com as restrições de isolamento social e o risco de contaminação por causa do vírus?

Será que aquela festa incrível, com orquestra para casamento, buffet incrível, decoração colorida e em um espaço maravilhoso terá de ser cancelada? Vejamos a seguir!

É possível realizar casamentos em tempos de pandemias?
A grande dúvida de muitos noivos e noivas é se devem cancelar as festas de casamento em tempos de pandemias. A recomendação oficial é que sim, o ideal é cancelar ou adiar a sua festa.

Ou seja: não é recomendado seguir com o seu plano para realizar a festa. Isso porque não tem como fazer o evento com o isolamento social adequado para que todos estejam a salvo.

É só ver o fato de que o possível primeiro foco de contaminação no Brasil tenha sido justamente uma festa de casamento!

Portanto, uma festa tradicional, com dezenas de convidados em um salão, com buffet e tudo mais, deve ser descartada nesse momento. As opções são cancelar o evento ou remarcá-lo para 2021, com a expectativa que tudo se resolva até lá. Uma alternativa a isso é adaptar a sua festa para que ela aconteça, mas respeitando as condições atuais. Veja a seguir como isso tem sido feito!

Como os casais estão fazendo para lidar com a situação?
Os casais que já tinham tudo planejado para casar neste período de pandemia e quiseram seguir com os planos, precisaram adaptar muito o plano para poder conseguir o casamento em tempos de pandemia.

A solução mais comum no momento é a festa por chamada de vídeo. Basicamente, o casal de veste para o casamento e faz uma videochamada com os pais e os parentes mais próximos. Juntos, eles declaram os votos e se casam simbolicamente na ligação.

Alguns poucos casais tentaram realizar festas de mini-weddings só com as famílias, mas mesmo isso não é seguro no momento. Afinal, uma pessoa que tenha saído para comprar um engradado de cerveja ou uma sobremesa para a festa já está em possível risco de contaminar todos os convidados, o que coloca todos em risco de vida. Portanto, a solução atual é a de casar por videochamada e aguardar o fim da quarentena para poder sair de lua de mel.

Qual a previsão para que os casamentos voltem a acontecer normalmente?
No momento, ainda não há uma data para quando a sociedade voltará a operar normalmente. Ou seja: quando teremos casamentos no estilo tradicional, com dezenas de convidados e tudo mais.

A perspectiva é que a pandemia dê uma folga no Brasil entre outubro e novembro, mas enquanto não houver uma vacina produzida e disponível em larga escala para as pessoas, continuaremos em ondas dentro e fora da quarentena.

Por isso, por enquanto, deveremos notar uma queda nos casamentos em tempos de pandemia. Afinal, as pessoas têm preferido esperar para realizar o evento nos moldes planejados em vez de fazer por videochamada, que é a única alternativa possível no momento.

A perspectiva, portanto, é que haja um grande aumento de números de casamentos em 2021 e 2022, uma vez que deverão ser anos já com a vacina do novo coronavírus.

E aí, o que você achou da situação dos casamentos em tempos de pandemia? Você teve de cancelar ou adiar a sua festa por causa do coronavírus? Conte pra gente nos comentários abaixo!

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018