01/10/2019 às 15h47min - Atualizada em 01/10/2019 às 15h47min

Estado lança programa de moradias para idosos e confirma 28 unidades para S. Bárbara

Prefeito Denis Andia participou do lançamento do Vida Longa, na Capital

Agência Estado
Divulgação/Prefeitura Santa Bárbara d'Oeste

A cidade de Santa Bárbara d'Oeste será contemplada com 28 moradias para idosos. As construções fazem parte do programa Vida Longa, lançado pelo Governo do Estado nesta terça-feira (1),  Dia Internacional do Idoso. A assessoria de imprensa da prefeitura informou que o prefeito Denis Andia (PV) esteve em São Paulo, na sede do Governo do Estado, para o anúncio da abertura de licitação para a construção das novas moradias no município.  A assinatura ocorreu em evento que contou com a participação do governador, João Doria (PSDB).

Trata-se da sequência do Vila Dignidade, projeto que a Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste trabalha nos últimos anos, com organização e liberação de toda a documentação necessária para a construção das moradias. 

As 28 moradias do “Vida Longa” serão construídas em terreno no bairro Cândido Bertini, entre as ruas Rússia, Polônia e Adélia Bertini. Agora, os trâmites para licitação terão início.

“Saiu do papel. No Dia Internacional do Idoso temos a autorização da licitação para a construção das 20 moradias para idosos de baixa renda em Santa Bárbara d’Oeste. É um programa que trará qualidade de vida para a nossa cidade”, comentou o prefeito Denis Andia.


Os imóveis do programa são projetados com parâmetros de acessibilidade e segurança, com barras de apoio, pias e louças sanitárias em altura adequada, portas e corredores mais largos, interruptores em quantidade e altura ideais, alarmes de emergência sonoros e luminosos, piso antiderrapante, entre outros. As moradias têm cozinha, sala de estar e dormitório conjugados, banheiro e área de serviço. 

Haverá ainda espaço comum para convivência e lazer, com salão com refeitório e área para assistir televisão, área com churrasqueira e forno à lenha, aparelhos para atividade física, mesa de jogos, bancos de jardim, horta elevada e paisagismo.

O público-alvo do programa são as pessoas com 60 anos ou mais, que preferencialmente sejam sozinhas, expostas à situação de vulnerabilidade em razão de vínculos fragilizados e risco social e sem acesso à moradia. Como requisito, os idosos beneficiários não podem ter renda que ultrapasse dois salários mínimos, devem residir há pelo menos dois anos no município, além de terem autonomia para realizar tarefas diárias.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018