24/09/2019 às 18h31min - Atualizada em 24/09/2019 às 18h31min

Sem secretário de Fazenda, aumentam dívidas e críticas em S.Bárbara

Oposição questiona falta de responsável pela pasta e cobram decisão do prefeito

Beto Silva
Parte da sessão da Câmara de Vereadores de Santa Bárbara d'Oeste nesta terça-feira (24) foi marcada por críticas dos parlamentares da oposição à demora do prefeito Denis Andia (PV) em nomear um novo responsável pela Secretaria da Fazenda. A pasta está sem gestor há três meses, desde que a então titular, Raquel Campagnol, deixou o Executivo para reotrnar às funções na Câmara, onde é funcionária efetiva. 

Os vereadores que fazem oposição ao governo municipal decidiram convocar os responsáveis pelas secretarias da Fazenda e de Negócios Jurídicos após a Justiça do Trabalho determinar que a prefeitura faça o pagamento de R$ 3,100 milhões aos servidores da Educação, referentes a benefícios não pagos. 

Já a bancada governista defende a impossibilidade de convocar um secretário que não existe. Carlos Fontes (PSD) também se queixou da forma de condução pelos opositores, ele tentou apaziguar sugerindo o convite em vez da convocação. 

Autor do requerimento de convocação dos secretários, Alex Backer (PRB) engrossou o discurso e cobrou uma posição de Andia. "Estamos aqui para fiscalizar a prefeitura, são R$ 3,1 milhões que o povo terá de pagar, ele (prefeito) que venha  explicar o porquê dessa dívida", afirmou sugerindo que a ex-secretária e atual servideora do Legislativo também poderia dar informações sobre a dívida. 

O tucano José Antônio Ferreira, o Dr. José, questionou quanto tempo a Fazenda pode ficar sem secretário e como os vereadores irão fiscalizar e questionar se não há um responsável pelo setor. "Se o prefeito está gerindo a pasta, então ele venha dar as informações", apontou. 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018