28/03/2019 às 15h52min - Atualizada em 28/03/2019 às 15h52min

Desempregado paga R$ 300 por consulta para não perder vaga em creche de Santa Bárbara

Pai de gêmeos precisou atestar que filhos não ofereciam risco à saúde das outras crianças

Beto Silva
Álbum de família
O ajudante de motorista Fabrício Costa precisou desembolsar R$ 300 para pagar uma consulta médica dos filhos gêmeos de 11 meses para que as crianças não perdessem a vaga numa escola municipal, em Santa Bárbara d’Oeste.

Costa, que está desempregado há dois meses e ajuda a esposa com a venda de geladinho gourmet, disse que os bebês tiveram diarreia e por isso ficaram afastados da creche por alguns dias. Ao tentar retornar os gêmeos à escola, os pais foram informados pela direção que seria necessário um atestado médico liberando as crianças para o retorno a fim de garantir a saúde das outras crianças.

Os pais procuraram o posto médico do bairro e foram informados que só há consulta com pediatra para o mês de abril. “Se meus filhos faltarem na creche todo esse tempo, eles perdem a vaga, que já foi muito difícil conseguir”, lamentou o pai.


Diante da situação, o casal tirou R$ 300 - do já apertado orçamento - para pagar uma consulta particular com um pediatra e assim garantir a permanência das crianças na creche. “Minha mulher trabalha e eu faço os bicos, se as crianças saíssem da creche seria pior para nós”, afirmou.

Ele questiona a demora em agendamento para pediatra no posto médico.  

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018