23/03/2019 às 10h27min - Atualizada em 23/03/2019 às 10h27min

Sindicatos fazem protesto contra a reforma da Previdência

Na região, dois ônibus saíram de Americana para participarem do ato unificado em São Paulo

Da Redação
Agência Estado
APEOESP
Manifestantes se reuniram na tarde desta sexta-feira, 22, em ato contra a reforma da Previdência, realizado em frente ao Museu de Arte de São Paulo, Masp, na capital paulista. Na região, professores panfletaram e conversaram com a população sobre as mudanças propostas na PEC (Proposta de Emenda Constitucional), que altera as regras para a apsoentadoria.


Os trabalhadores protestaram contra pontos da proposta, como diminuição dos valores dos benefícios, aumento do tempo de contribuição e idade mínima de 65 anos para homens e 62 anos para as mulheres terem direito à aposentadoria.

A manifestação teve a adesão de diversas categorias, como professores, bancários, químicos, metroviários, metalúrgicos, trabalhadores da saúde, do comércio e de serviços, além de servidores públicos municipais e estaduais, segundo informações da CUT.

Durante a manhã, sindicalistas foram para as garagens de ônibus de São Paulo para conversar com os trabalhadores sobre a reforma da Previdência e sobre a campanha salarial de 2019. A paralisação momentânea afetou o funcionamento do transporte na cidade, atrapalhando os usuários de 561 linhas. ​

Na região: De acordo com informações da APEOESP (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), das 80 escolas estaduais presentes nas cidades de Americana, Santa Bárbara d’Oeste e Nova Odessa, 52 aderiram ao movimento e paralisaram suas atividades, algumas de maneira parcial e 15 unidades escolares tiveram adesão total ao movimento paredista.

Os professores aproveitaram a oportunidade para fazer panfletagem e explicar a população sobre as mudanças propostas na PEC (Proposta de Emenda Constitucional), que altera as regras para as aposentadorias. Um grupo chegou a se reunir na Praça Comendador Muller para fazer as abordagens.

Ainda na região, dois ônibus saíram da APEOESP de Americana para participarem do ato unificado em São Paulo.
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018