19/03/2019 às 09h39min - Atualizada em 19/03/2019 às 09h39min

​Fiscalização do TCE flagra alimentos vencidos na merenda escolar

Relatório também aponta falta de alvará da Vigilância Sanitária e do Corpo de Bombeiros em escolas

Beto Silva
O relatório de fiscalização divulgado em dezembro de 2018 pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) referente às contas de 2016 da prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste traz uma série de apontamentos a vários setores da administração municipal. Na Educação,  o órgão flagrou alimentos da merenda fora do prazo de validade e constatou que estagiários assumiram atividades de classe da Educação Infantil – no período da tarde – sem  a supervisão de docentes ou de monitores. 

De acordo com o TCE, uma verificação in loco a algumas  unidades escolares do município revelou a ausência de alvará da Vigilância Sanitária  e do Corpo de Bombeiros na cozinha e refeitório das escolas municipais visitadas. 
O relatório aponta ainda que os alimentos eram manuseados sem utilização de luvas e as condições físicas dos eletrodomésticos utilizados no preparo da merenda escolar eram precárias. 


 Após elencar as irregularidades verificadas no exercício, o documento assinado pelo conselheiro Sidney Estanislau Beraldo conclui com  parecer prévio desfavorável à aprovação das contas daquele ano. 

A prefeitura barbarense foi procurada nesta segunda-feira (18) para comentar as irregularidades e informar se os apontamentos do tribunal foram corrigidos, porém, até o fechamento desta matéria, não houve retorno por parte da administração municipal.

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018