02/03/2019 às 13h08min - Atualizada em 02/03/2019 às 13h08min

Veja ao video: Lula é recebido em velório de neto por apoiadores

Agência Estado
Foto: Reprodução/ Video
Foi liberada a entrada de apoiadores no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no cemitério Jardim da Colina, em São Bernardo do Campo (SP), onde ocorre o velório de Arthur Araújo Lula da Silva, neto do ex-presidente. Ele tinha sete anos e morreu vítima de meningite meningocócica. Às 12h o corpo do garoto será cremado.

Foi pedido aos apoiadores que não se manifestassem dentro do cemitério, em respeito a Lula e a sua família. Antes da liberação, dezenas de apoiadores se aglomeravam na entrada do cemitério para prestar solidariedade. Eles ficaram em silêncio na maior parte do tempo. A grande maioria também não trajava camisas ligadas a Lula ou ao PT, nem portava bandeiras. 

Os apoiadores de Lula se manifestaram apenas em momentos pontuais, como quando foram provocados por um apoiador do presidente Jair Bolsonaro que apareceu vestindo uma camiseta da campanha de Bolsonaro. Além disso, quando um grupo de policiais militares entrou no cemitério, os apoiadores de Lula, ainda do lado de fora, se manifestaram hostilizando os PMs. "Vão entrar na reforma da Previdência também?", gritou um deles.

 
Presidente do Instituto Lula explica a militantes que ex-presidente não falará

O presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, explicou a militantes que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não poderá falar com eles, uma condição imposta pela Justiça.

Lula participa neste sábado, 2, do velório do neto Arthur, que morreu aos sete anos vítima de uma meningite meningocócica. O velório ocorre em um local fechado do cemitério Jardim da Colina Do lado de fora desse espaço, mas dentro do cemitério, centenas de militantes se aglomeram em solidariedade. 

Okamotto saiu do local fechado para dar explicações após os militantes gritarem "Lula livre". Ele estava acompanhado da presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann. Okamotto disse que família e amigos de Lula fariam uma oração pelo neto em despedida e pediu que os militantes fizessem o mesmo.

O ex-deputado federal José Genoíno deixou o local, mas não falou com a imprensa.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018