01/05/2017 às 22h17min - Atualizada em 01/05/2017 às 22h17min

Após denúncias, Secretaria de Meio Ambiente intensifica fiscalização no Aterro e Ecopontos

Portal Atualidade
SITE OFICIAL DA PREFEITURA DE SBO
A Secretaria de Meio Ambiente de Santa Bárbara d’ Oeste tem recebido denúncias anônimas sobre a comercialização de produtos dentro do aterro sanitário, como colchões, cobres, entre outros. Para averiguar o fato, foi intensificada a fiscalização no local e nos ecopontos, o que tem gerado descontentamento de parte de alguns servidores.
 
Questionado sobre o assunto, o secretário de Meio Ambiente, Cleber Canteiro, disse ao Portal Atualidade, que os processos que a Pasta têm recebido vem, na sua maioria, de munícipes que fazem uso dos locais.
 
“As denúncias são de ocasiões em que os funcionários pediam gratificações para poder receber resíduos nos locais, ou auxiliar no descarregamento de alguns tipos de resíduos. Isso é totalmente irregular, pois os funcionários que trabalham no aterro e nos ecopontos não devem pedir, receber ou dar gratificações em ocasião alguma”, explicou Canteiro.
 
Em conversas com alguns funcionários a reportagem teve o conhecimento que inúmeras irregularidades acontecem no período noturno, como consumo de drogas, bebidas, sexo e que em outros casos funcionários dormem no local de trabalho e que estão sendo ameaçados.
 
Diante desses relatos, o secretário informou que as denúncias, na sua maioria foram feitas de forma anônima e através da chefia do setor, foi decidido aumentar a fiscalização nestes locais. Dois funcionários de carreira foram contratados para fazer rondas nos ecopontos e no aterro sanitário, após o horário de expediente normal, quando há funcionários somente nas portarias e na vigília dos espaços.
 
“É de total interesse da administração esclarecer essas denúncias e mal entendidos para que possamos apurar todo o ocorrido. Há cerca de 45 dias trouxemos servidores de confiação para nos ajudar a solucionar esses problemas. Infelizmente temos, como em todo meio, bons e maus funcionários”, ressaltou Canteiro, citando ainda, que também existem pessoas maldosas que iniciam boatos, muitas vezes para prejudicar uma pessoa ou mesmo a administração.
 
Sobre essas irregularidades que vem acontecendo dentro do aterro sanitário e Ecopontos, a Secretaria de Meio Ambiente irá levantar cada fato denunciado. “Através dessas rondas e fiscalização, entendemos que seria mais fácil de identificar, ou descartar, se os fatos que chegam até nós, são reais ou não”, concluiu o secretário de Meio Ambiente.
 
Aterro Sanitário
 
Atendendo determinação da Cetesb – Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, o aterro sanitário de Santa Bárbara d’ Oeste já iniciou a transferencia do lixo para a nova área licenciada a pedido do órgão fiscalizador. O novo espaço vai garantir uma vida útil de pouco mais de 18 meses, o que dá um folego ao município para elaborar novo projeto e tentar encontrar outra área para o descarte do lixo produzido na cidade.
 
O secretário de meio ambiente, Cleber Canteiro, disse que existe outra área dentro do aterro que permite uma ampliação do local, com uma vida útil de 20 anos. “A Cetesb é nosso orgão fiscalizador e sempre atendemos as exigências propostas. Decidimos usar essa área menor para que possamos executar o projeto com garantia plena que irá atender toda demanda”, explicou Cleber Canteiro.
 
No ano passado a Cetesb, emitiu a licença de instalação para a nova área de ampliação do Aterro Sanitário Municipal e a Secretaria de Meio Ambiente deu início à preparação do local para receber depósito de resíduos, como a impermeabilização do fundo da área e os drenos de gases e chorume. Além da ampliação da vida útil, o aterro teve sua área de operação ampliada em 15%, saindo de 70 mil metros quadrados para 82 mil quadrados metros.


Hoje o aterro sanitário recebe 110 toneladas/dia de lixo. E sua capacidade já estava no limite, necessitando com urgência a liberação da licença da Cetesb para ampliação do local. Quantos as conversas de bastidores de que Santa Bárbara d´Oeste tenta parceria com a Prefeitura de Americana para realizar o descarte na cidade vizinha, o secretário Cleber Canteiro, disse que no momento não há nenhum interesse nessa hipótese.
 


Coleta de lixo Reciclavel
 
Desde 2013 a Administração Municipal trabalha para melhorar as condições do Aterro Sanitário Municipal. Entre as medidas adotadas, a ampliação do trabalho da coleta de lixo comum e de descartáveis. De janeiro a julho de 2016 foram recolhidas 245 toneladas de lixo reciclável e todo esse material é encaminhado à Cooperativa Recicoplast.

Santa Bárbara d´Oeste também conta com contêiner "Eco Drive Thru" da coleta seletiva recebido do Consimares (Consórcio Intermunicipal de Manejo de Resíduos Sólidos). Os munícipes podem contar com dois pontos de descartes ativo na Avenida Santa Bárbara e na Avenida Corifeu de Azevedo Marques, esquina com Rua General Câmara. Outra unidade será instalada no Centro, na esquina da Rua Joaquim de Oliveira com Rua Duque de Caxias.
Os novos pontos de descarte ativos integram junto com os 50 iglus espalhados pela cidade. Além disso, dois caminhões recolhem o material reciclável nas residências todos os dias. 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018