28/11/2018 às 15h11min - Atualizada em 28/11/2018 às 15h11min

PF deflagra operação contra falsos delegados e procuradores

A investigação, realizada em conjunto com o Ministério Público Federal, busca desarticular uma quadrilha especializada na falsificação de documentos para exigência de dinheiro

Agência Estado
Foto: Reprodução
A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira, 28, a terceira fase da Operação Impostura, para cumprimento de cinco mandados judiciais, um deles de prisão preventiva e quatro de busca e apreensão, expedidos pela 3ª Vara Federal Criminal de São Paulo. A investigação, realizada em conjunto com o Ministério Público Federal, busca desarticular uma quadrilha especializada na falsificação de documentos para exigência de dinheiro.

De acordo com os investigadores, integrantes do grupo se passavam por delegados federais e procuradores fazendo uso de documentos falsos contendo o brasão da República. Solicitavam, então, contribuições financeiras para manutenção de uma revista eletrônica. Ainda segundo os investigadores, o grupo movimentou cerca de R$ 2 milhões.

A terceira fase da Operação Impostura já identificou pessoas físicas e jurídicas envolvidas no esquema. A operação mobiliza cerca de 30 policiais federais, para cumprimento das ordens judiciais em São Paulo.

De acordo com a PF, "eventuais presos" serão temporariamente recolhidos nas unidades da corporação, até que sejam encaminhados aos presídios. Todo o material coletado será analisado e posteriormente encaminhado à Justiça. As penas previstas, em caso de condenação, poderão alcançar de 5 a 15 anos.

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018