14/04/2017 às 14h35min - Atualizada em 14/04/2017 às 14h35min

Após delações da Odebrecht sobe para 195 o número de investigados no STF

Redação
Agência Brasil
Após a abertura de 76 inquéritos para investigar pessoas citadas nas delações da Odebrecht, determinada pelo ministro Edson Fachin, subiu para de 109 para 195 o número de investigados no Supremo Tribunal Federal a partir da Operação Lava Jato.
 Entre os envolvidos 16 nomes são do PT, 14 do PMDB e 11 do PSDB.
 
Os parlamentares foram citados nos depoimentos de delação premiada de ex-diretores da empreiteira, uma das maiores doadoras para campanhas políticas no país.
 
Os presidentes do PSDB, senador Aécio Neves (MG), e do PMDB, senador Romero Jucá (RR), são os que acumulam o maior número de pedidos de investigaç, cinco ao todo. Renan Calheiros (PMDB-AL) foi citado em quatro inquéritos envolvendo a Odebrecht e passou a responder a 12 investigações na Lava Jato.
 
Os inquéritos podem levar pelo menos cinco anos e meio para chegar a uma conclusão. O tempo é estimado pela Fundação Getúlio Vargas Direito Rio.
 
Fonte: Agência Brasil

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018