10/04/2017 às 12h43min - Atualizada em 10/04/2017 às 12h43min

Páscoa, período de intoxicação por chocolate em cães

Redação
Ilustrativa
Recheada de chocolate, a páscoa é muito esperada pelas crianças, adultos e chocólatras. O doce é inofensivo para os humanos, mas pode trazer sérios riscos para a saúde dos cães. Por ser palpável, o chocolate chama a atenção desses animais.
 
Seu consumo pode causar intoxicação e até mesmo a morte dependendo da quantidade ingerida.  “O chocolate possui em sua composição a teobromina e a metabolização dessa substância no organismo dos cães é diferente (mais lenta) o que a tornam perigosa. Em grandes quantidades, a teobromina causará arritmias cardíacas, excitação, vômito, diarreia e náuseas”, explica a Médica, Priscila Brabec.
 
A intoxicação pode ocorrer mesmo que o animal consuma pequenas porções de chocolate. “A quantidade tóxica não precisa ser ingerida de uma única vez, pois a teobromina pode permanecer no organismo por até 6 dias. Por isso, o cão pode se intoxicar mesmo que consuma pequenas quantidades diárias”, comenta Priscila.
 
O tamanho do cão também influência, geralmente a intoxicação é mais comum em cães de pequeno porte. Para os tutores que desejam agradar os cães na data, o ideal é que sejam oferecidos snacks e alimentos indicados para cães e sempre consultar um médico veterinário.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018