12/03/2018 às 17h36min - Atualizada em 12/03/2018 às 17h36min

Exoneração de assessores da Câmara de Santa Bárbara vai gerar economia anual de quase R$ 3 milhões

Amanda Sabino - amanda@portalatualidade.com.br
Foto: Divulgação
A exoneração dos assessores parlamentares da Câmara Municipal de Santa Bárbara d’Oeste, determinada pela Justiça no dia 28/02, vai gerar uma economia anual de R$ 2,9 milhões para os cofres públicos. Funcionários trabalharam normalmente nesta segunda-feira (12) e foram demitidos ao final do expediente.
 
De acordo com o Ato da Mesa, documento do legislativo que será publicado na próxima terça-feira, 37 assessores parlamentares foram indicados pelos vereadores para serem exonerados. Pela decisão da Justiça (veja matéria anterior), cada um dos 19 vereadores deveria indicar dois (dos três assessores existentes) para serem demitidos até às 13 horas desta segunda. Porém, o vereador Celso Ávila (PV) possuía apenas dois assessores em seu gabinete e indicou apenas um nome para exoneração.
 

Segundo a assessoria de imprensa da Câmara Municipal, as exonerações vão gerar uma economia mensal na folha de pagamento de R$ 247 mil por mês, o que representa um montante de mais de R$ 2,9 milhões ao ano.
 
Todos os funcionários demitidos receberão rescisões trabalhistas, conforme legislação, em até 10 dias úteis. Ainda não há o cálculo do montante que será gasto com as rescisões.
 
     


 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018