01/03/2018 às 17h33min - Atualizada em 01/03/2018 às 17h33min

Homem que abandonou cão na SP-304 será multado em mais de R$ 1 mil

Amanda Sabino - amanda@portalatualidade.com.br
Foto: Cristiane Monteiro
O proprietário do cão abandonado na SP-304 será punido com duas multas no valor de R$ 536 cada. O cachorro foi resgatado há cerca de um mês por uma moradora de Santa Bárbara d’Oeste, porém o Boletim de Ocorrência por abuso e abandono de animal foi registrado apenas na última terça-feira (27) pela mulher, em função da necessidade de identificação e localização do homem. O cão foi castrado, medicado e está novamente disponível para adoção.
 
Segundo a responsável pelo resgate do animal, Cristiane Monteiro, de 38 anos, ela recebeu uma foto do cachorro por meio de um grupo do WhatsApp de amigos que trabalham na Romi Distrito, que fica no km 141 da Rodovia Luiz de Queiroz, onde o cão estava perdido. “Sempre gostei muito de animais e de cães e quando trabalhava na ROMI às vezes apareciam animais por lá e eu sempre resgatava, levava para castrar e medicar. Por isso, postaram a foto do cachorro num grupo de amigos da Romi e me falaram que ele estava abandonado lá. Quando olhei a foto e vi que ele era pequeno, fiquei morrendo de dó”, disse.
 
Após receber a mensagem, Cristiane saiu do trabalho e foi até o local para pegar o animal, que havia atravessado a pista e entrado no estacionamento da empresa. “Pedi ajuda aos porteiros para pegá-lo, coloquei no carro e trouxe para a minha casa, pois lá é muito movimentado, passa carro o tempo todo em alta velocidade”, contou.
 
O cão, da raça pinscher, cor preta, foi então levado pela mulher ao veterinário, onde foi castrado e medicado para que ela pudesse colocá-lo para adoção na “Feira de Adoção de Animais”, que acontece aos finais de semana no Mercado Municipal de Americana. E a surpresa veio justamente no dia em que ela levou o cão, batizado de Pingo, até a feira para ajudá-lo a encontrar um novo lar.

“Expliquei sobre o resgate dele para uma voluntária da feira e ela, por procedimento, passou o leitor de microchip nele. Para nossa surpresa e indignação, ele era microchipado e tinha sido adotado por um morador de Americana naquela mesma feira, uma vez que todos os animais adotados ali saem com um microchip onde consta os dados do novo proprietário, que é orientado pela equipe e assina um termo de responsabilidade na hora da adoção”, lembrou.


Boletim de Ocorrência 
Diante do fato e da indignação de Cristiane, a voluntária se propôs a localizar o homem, identificado com N.S.R, morador do Parque da Liberdade. Após cerca de um mês do regate, já com os dados do responsável pelo animal em mãos, elas fizeram contato com ele, que afirmou que não tinha tempo de cuidar do cão. “Ele ainda teve a coragem de falar que não tinha condições de cuidar do animal porque ele sai de manhã e só volta à tarde. Eu também tenho cinco cães em casa, saio às 7 horas para trabalhar e volto às 18 horas e meus cachorros são bem cuidados e têm comida e água”, disse Cristiane.
 
Ela contou que foi até o plantão policial para registrar o Boletim de Ocorrência por abandono e maus tratos para servir de exemplo para impedir que outras pessoas continuem com essa prática. “Eu fiz o BO para que sirva de lição para outras pessoas não fazerem o mesmo, não abandonarem um animal. É muito fácil adotar um cachorro pequeno e bonitinho, mas as pessoas esquecem que o animal cresce e que ele faz sujeira. E quem se dispõe a ter um animal de estimação que ter responsabilidade. Não é justo, nem certo, que alguém que adote um animal simplesmente o abandone e jogue toda a responsabilidade para outras pessoas”, frisou indignada.  
 
De acordo com a “anjo da guarda” de Pingo, o ex-proprietário foi punido pelo ato e pagará uma multa por abandono e outra por fuga, totalizando R$ 1.072,00. Ela explicou, ainda, que quando se registra um BO de abandono de um animal que é microchipado, o proprietário é multado e, caso não quite a dívida, fica com o nome negativado, o que o impede de realizar diversas operações financeiras.
 
Por isso, para inibir a prática, a protetora recomenda que todas as pessoas que encontrem animais abandonados registrem um Boletim de Ocorrência, uma vez que apenas mediante esse documento é possível provar que o animal foi abandonado e punir o responsável pelo ato.

Disponível para adoção responsável  
Pingo é um cão saudável, de porte pequeno e está temporariamente na casa de Cristiane até que encontre uma nova família. Os interessados em adotá-lo podem entrar em contato com ela por meio do telefone (19) 99928-2788.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018