03/01/2018 às 20h43min - Atualizada em 03/01/2018 às 20h43min

Clicou no link de desconto de R$ 50 do Burger King? É golpe

O portal WeLiveSecurity constatou ao menos 26 mil acessos no endereço malicioso; empresas apontam risco a dados bancários e necessidade de uso de antivírus

Rodrigo Pereira
Redação
Burger King: falso link no Facebook foi classificado como potencialmente malicioso/Foto: Divulgação
O WeLiveSecurity, portal de segurança da informação da ESET, empresa especializada no desenvolvimento de antivírus, confirmou hoje (3) que um link distribuído pelo WhatsApp com a promessa de dar R$ 50 reais em desconto na rede de lanchonetes Burger King é falso. Até a tarde de ontem, foram realizados mais de 26 mil acessos via computador, apontou a empresa, que ressaltou que ainda não contabilizou os acessos via celular, que devem representar um número ainda maior que as entradas por CPUs.

A reportagem do Portal Atualidade testou o link por meio de uma ferramenta online do DFNDR Lab,  laboratório de segurança digital especializado no combate ao cibercrime. O diagnóstico foi de que se trata de um link potencialmente malicioso. O laboratório alerta sobre a necessidade de uso de antivírus, antiphishing e antimalwares caso a pessoa clique no endereço e risco a dados bancários. 

De acordo com o portal WeLiveSecurity, após clicar no link que está sendo compartilhado, a vítima é levada para uma página onde é informada sobre a participação em uma promoção para concorrer a um cupom promocional. Ao clicar em OK, a vítima acessa a página principal do golpe, onde participa de uma simulação de pesquisa.

Independentemente das respostas selecionadas, a página apresenta à vítima um prêmio (ex.: Whopper duplo) que supostamente deve ser regastado após o compartilhamento da mensagem, nesse caso para “30 amigos/grupos”.

"Nota-se que, diferentemente de outros golpes, a página falsa inclui um iframe onde são apresentados anúncios. Portanto, podemos notar que a monetização, nesse caso, não é através de subscrição em serviços de SMS Premium, mas sim através de anúncios comuns", apontou a ESET.
 
DICAS DA ESEP
- Use uma solução de segurança para bloquear aplicativos e sites maliciosos
- Não clique em links estranhos ou suspeitos enviados por meio de mensagens de texto, WhatsApp ou outros aplicativos.
- Nunca forneça informações pessoais para fontes não confiáveis.
- Não instale aplicativos de fontes não oficiais.
- Não compartilhe mensagens suspeitas com outros usuários.

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018