24/11/2017 às 17h06min - Atualizada em 24/11/2017 às 17h06min

Movimento Negro reage ao desejo da Acisb de mudar o feriado de 20 de novembro para um domingo

Cristiane Caldeira
Redação
Foto: Facebook
O Movimento Negro de Santa Bárbara d'Oeste reagiu ao anúncio do presidente da Acisb (Associação Comercial e Industrial de Santa Bárbara d'Oeste), Antonio Roberto Bonamin, de que a entidade vai pedir a revogação do feriado municipal do Dia da Consciência Negra em dia útil, e espera ser incluído na discussão do assunto.
Antonio Carlos Vianna de Barros, o Carlinhos Barros, presidente da Associação Benefiecente e Cultural Carolina Maria de Jesus, disse, em nota, que estranhou o posicionamento da Acisb, visto que a entidade participou de todo o processo que envolveu a aprovação do projeto que instituiu o feriado, como como audiência pública e reuniões com vereadores, prefeito e o próprio Movimento Negro.
"Esperamos que a Acisb respeite o processo democrático que se deu quando da sanção e ou estabelecimento do feriado de 20 de novembro em nossa cidade e não se paute pelas práticas racistas, mercenárias, sorrateiras, e busque ganhar no tapetão como fora feito pelo prefeito oportunista de Americana e sua trupe de homens brancos na respectiva Câmara Municipal daquela cidade".
Carlinhos pondera o fato de negros e pardos ainda serem maioria entre os desempregados no País e a realidade de exclusão social da população negra e periférica, tanto em Americana quanto em Santa Bárbara. 
"É uma mazela permanente que apontam que levaremos mais de 50 anos para vivermos em pé de igualdade e equidade com os brancos, e esta situação, não é diferente no comércio que emprega pelos padrões eurocêntricos os de estereótipos brancos (loiros e de olhos azuis)."
Ao final, manifesta que o Movimento Negro não quer o ferido "pelo feriado" e quer ajudar no sentido de buscar uma alternativa que também não prejudique o comércio barbarense, que também sobrevive com o consumo da população negra. 
"Acreditamos no prefeito Denis Andia e na Câmara Municipal de Santa Barbara d Oeste e que eles não irão atender tal retrocesso. E esperamos da própria Acisb, seus integrantes e presidente, uma postura que norteie esta entidade através do princípio da moralidade e transparência para sentar com o Movimento Negro e outras entidades afins, respeitando o que fora decidido, e pensar que outra sociedade é possível através de ações inclusivas e de reparações sociais onde todos ganham.
"

ENTENDA O CASO
A Acisb anunciou terça-feira (21) ao Portal Atualidade que pretende reunir-se com o prefeito Denis Andia (PV) e com os vereadores para pleitear que o feriado municipal do Dia da Consciência Negra seja transferido para o terceiro domingo do mês, como fez Americana. A entidade alega prejuízo ao comércio e à toda cadeia da economia local, sobretudo considerando o fato de Santa Bárbara ter quatro feriados em 33 dias - período de 2 de novembro a 4 de dezembro.

 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018