17/10/2017 às 15h08min - Atualizada em 17/10/2017 às 15h08min

​Estatuto do Armamento tem 90% de aprovação popular

Proposta está em debate no Senado Federal; acesse o link e dê sua opinião

Cristiane Caldeira
Redação
Foto: Ilustração/Internet
 Projeto de lei do Senado Federal que institui o Estatuto do Armamento está em consulta pública. Até o momento, a ideia conta com 90% de apoio da população na página do portal e-Cidadania: já são mais de 50 mil votos a favor e menos de 6 mil votos contrários.

O projeto, de autoria do senador Wilder Morais (PP-GO), visa disciplinar a fabricação, importação, comercialização, registro, posse e porte de armas de fogo e munição no território nacional. A proposta visa criar uma nova lei que assegure o porte de armas de fogo a quaisquer cidadãos. Conheça e vote a favor ou contra no link http://bit.ly/PLS378-2017.

O projeto já passou pela CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania) e aguarda o recebimento de emendas.
 
DEBATE
 
Massacres como o ocorrido em Las Vegas no início deste mês, quando um atirador matou 59 pessoas e feriu mais de 500, considerado o maior ataque a tiros da história moderna dos Estados Unidos, reacenderam o debate sobre o acesso a armas de fogo. Na opinião do senador Wilder Morais, facilitar o porte e a posse de arma por cidadãos comuns no Brasil reduzirá a criminalidade.

"Hoje, o bandido não tem receio algum de cometer um crime, pois sabe que não encontrará resistência. Mas, ao saber que poderá ser surpreendido, será que ele cometeria esse crime? Por que devemos restringir o direito da população de se defender?", questiona.

Na proposição, o parlamentar também aponta os milhares de moradores de áreas rurais, sem direito a possuir uma arma de fogo para defesa da família, da propriedade e das intempéries do ambiente.
 
* Com informações da Agência Senado

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018