25/03/2017 às 18h25min - Atualizada em 25/03/2017 às 18h25min

Três países abrandam restrições para a carne brasileira

Redação
Ilustrativa

O Mercado da carne brasileira começa a engatinhar novamente. Neste sábado (25) três países retiraram o veto total à importação da carne. China, Chile e Egito vão reabrir os mercados para as carnes do Brasil, exceto para os 21 frigoríficos investigados pela Operação Carne Fraca, decretada pela Polícia Federal, na sexta-feira passada (18). Esses países aviam anunciado à suspensão para todas as empresas brasileiras.
 
A União Europeia, que no ano passado importou US$ 1,75 bilhão, manteve a restrição para a carne brasileira dos estabelecimentos citados na Operação Carne Fraca. Na manhã deste sábado, o Ministério da Agricultura do Brasil confirmou a decisão da China e em nota assinada pelo ministro Blairo Maggi, o governo brasileiro agradece o "gesto de confiança" dos chineses. A China é um dos principais importadores de carnes do Brasil. Em 2016, o Brasil comprou US$ 1,75 bilhão em carnes brasileiras.
 
O presidente Michel Temer também agradeceu ao governo chinês em nota divulgada neste sábado (25), e afirmou estar confiante de que outros países seguirão o exemplo e voltarão a importar a carne brasileira.
 

A Operação Carne Fraca soma 309 mandados, sendo 37 de prisão. Do total, 36 suspeitos foram presos e apenas um continua foragido. A PF aponta um esquema de fraude na produção e comercialização de carne. Além de corrupção envolvendo fiscais do Ministério da Agricultura e produtores, a investigação encontrou indícios de adulteração de produtos e venda de carne vencida e estragada. Das 21 fábricas investigadas, 18 ficam no Paraná. Há ainda a suspeita de que partidos políticos tenham sido beneficiados com o pagamento de propina.

 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018