06/01/2022 às 17h44min - Atualizada em 06/01/2022 às 17h44min

Vereador quer Comissão de Inquérito para investigar caos na Saúde de S.Bárbara

Divulgação
O vereador Felipe Corá (Patriota) protocolou, ontem (4), na Câmara Municipal, requerimento pela abertura de Comissão Especial de Inquérito (CEI) para apurar o caos no atendimento realizado nos prontos-socorros Dr. Afonso Ramos e Dr. Edson Mano. O parlamentar já conta com cinco das sete assinaturas necessárias para iniciar essa investigação.



Além de Corá, o requerimento de abertura de CEI foi assinado pelos vereadores Arnaldo Alves (PSD), Eliel Miranda (PSD), Isac Sorrillo (Republicanos) e Nilson Araújo Radialista (PSD). Com essa CEI, os vereadores pretendem apurar eventuais responsabilidades do prefeito Rafael Piovezan e da secretária municipal de Saúde, Lucimeire Rocha, no contrato com a empresa Vanini & Delatim Serviços Médicos e Nutricionais, responsável pelo atendimento pediátrico nos dois prontos-socorros.

Os parlamentares também pretendem analisar o contrato com a Sanklech Serviços Médicos Ltda, segunda colocada na licitação, que deve assumir o atendimento na próxima semana. Depois de vários problemas no atendimento, com reclamações a respeito de longas filas de espera e da falta de pediatras, no dia 22 de dezembro, a Prefeitura rescindiu o contrato com a terceirizada Vanini & Delatim por "não oferecer atendimento em conformidade". A empresa atuaria na cidade até junho deste ano, ao custo de R$ 4,5 milhões. 

"Estamos propondo a abertura de uma CEI para abrir a caixa preta da saúde e investigar os contratos com as empresas terceirizadas na área, que têm sido as pivôs dos problemas nos prontos-socorros com pacientes esperando por até oito horas", afirmou Corá.

O parlamentar ressalta que é função do Poder Legislativo fiscalizar. “Atendendo recomendação do Ministério Público, estamos propondo a abertura dessa investigação. Vereador tem que fiscalizar e não ficar correndo atrás de tapa buraco e poda de árvores. Chegou a hora de mostrar que a Câmara de Santa Bárbara não está omissa quanto aos problemas da Saúde”, disse.

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018