25/11/2021 às 17h05min - Atualizada em 25/11/2021 às 17h05min

Vereadores de Americana 'driblam' Tribunal de Contas e assessores não serão demitidos

Redação
Divulgação
Sete vereadores americanenses fizeram uma manobra para 'driblar' o apontamento do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE) para que a Câmara Municipal de Americana demitisse 10 assessores que não possuem ensino superior (leia matéria anterior aqui).  



Aprovado por 17 votos favoráveis e uma abstenção, o projeto de decreto legislativo 13/21, da Mesa Diretora, exige que os cargos de provimento em comissão de Assessor de Gabinete tenham o nível de escolaridade superior completo a partir de 1º de dezembro de 2021.

Entretanto, uma emenda feita pelos vereadores Marcos Caetano, Marshelo Meche, Leco Soares, Wagner Rovina, Juninho Dias, Pastor Miguel e Leonora Périco adiou as demissões para a próxima legislatura, ou seja, para o ano de 2025. As emendas receberam 13 votos favoráveis, três contrários e duas abstenções.



Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018