02/04/2020 às 15h37min - Atualizada em 02/04/2020 às 15h37min

Câmera da Guarda Municipal flagra morador descartando animais mortos

Prefeitura de Nova Odessa
Divulgação / GCM Nova Odessa

Após receber denúncia anônima, guardas civis municipais de Nova Odessa encontraram três galinhas e dois cães mortos na manhã desta quinta-feira (2), numa área verde que fica nas margens da Avenida São Gonçalo, na região do Jardim Alvorada. O autor do descarte irregular foi flagrado pelo sistema de videomonitoramento da corporação, identificado por meio das placas do carro e deverá responder por crime ambiental.
 


Uma das câmeras flagrou o momento em que um homem de camiseta vermelha desceu de um veículo modelo Gol, tirou dois sacos plásticos do porta-malas e os arremessou em direção à vegetação. Segundo informações da Guarda, o descarte ocorreu às 7h23 desta quinta. Ao chegar no local, os GCMs Faveri, Camargo e Prezzi, além dos estagiários Ismael, Cândido e Roberto, constataram que se tratava de dois cães e três galinhas mortas.

Imediatamente, os patrulheiros acionaram o Setor de Zoonoses da Secretaria de Saúde, que esteve no local e recolheu os animais. Por conta de medidas de segurança adotadas para evitar a disseminação do novo coronavírus, a ocorrência não foi apresentada presencialmente à Polícia Civil. O relatório e imagens (fotos e vídeos) da ocorrência foram encaminhados por e-mail ao delegado Claudio Eduardo Nogueira Navarro.

Segundo parecer preliminar de agentes de zoonoses, os cães apresentavam sinais de violência. "Os animais foram recolhidos e armazenados em um freezer. Vamos aguardar a investigação da Polícia Civil para, posteriormente, dar a destinação correta para eles", explicou a coordenadora do Setor de Zoonoses, a veterinária Paula Faciulli.

O descarte de resíduos em áreas públicas e privadas infringe a lei municipal 2.883/2014, que prevê multa de R$ 500 na primeira infração e R$ 5 mil em caso de reincidência. Além disso, praticar abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres e domésticos é crime previsto no artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais (9.605/1998). A pena é de três meses a um ano de detenção, aumentada de um sexto a um terço em caso de morte do animal.


Localizada numa área afastada do perímetro urbano, a Avenida São Gonçalo é um ponto crônico de descarte de lixo. Nos últimos dois finais de semana, seis motoristas foram flagrados depositando resíduos de vários tipos no local, como restos de construção, galhos de árvore e móveis velhos. Para coibir a prática, a Prefeitura de Nova Odessa tem fechado o cerco aos infratores com fiscalização constante por parte da Secretaria de Meio Ambiente e vigilância permanente da Guarda Municipal, com patrulhamento e videomonitoramento.

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018