16/12/2019 às 13h47min - Atualizada em 16/12/2019 às 13h47min

Parque Ecológico de Americana terá cobrança de estacionamento

Há quase dois anos local também implantou a cobrança da entrada de visitantes

Prefeitura de Americana
Marília Pierre / Prefeitura de Americana

O Conselho Gestor e o Conselho Fiscal do Fundo Especial de Revitalização e Manutenção do Parque Ecológico Municipal de Americana "Engenheiro Cid Almeida Franco" e do Jardim Botânico "Prefeito Carrol Meneghel" definiram que a cobrança do estacionamento do Parque Ecológico terá início no dia 14 de janeiro de 2020, com o objetivo de proporcionar melhorias nos dois espaços públicos. No período de 2 a 13 de janeiro, os usuários precisam realizar todo o procedimento como teste, mas não devem efetuar o pagamento.
 


A empresa 3A Multimídia e Sistemas Ltda EPP foi a vencedora do processo licitatório, realizado em 2017, para a prestação de serviços de gerenciamento de sistema integrado e informatizado de controle de acesso e venda de ingressos e tickets de estacionamento para visitantes no Parque Ecológico. No entanto, a cobrança do estacionamento terá início apenas em janeiro do próximo ano.

Em reunião do Conselho Gestor, criado pela Lei Municipal nº 5999/2016, realizada no dia 3 de dezembro, ficou aprovada a data de início da cobrança, assim como os seguintes valores: estacionamento de ônibus, micro-ônibus e vans terá o valor de R$ 50,00 (somente de segunda a sexta-feira, exceto feriados), carros de passeio terá o valor de R$ 10,00 e motos R$ 5,00. O estacionamento vai contar com seguro para todos os veículos durante o período que permanecerem no local.

De acordo com o presidente do Conselho Gestor, João Carlos Tancredi, todos os recursos arrecadados com a cobrança do estacionamento serão revertidos integralmente para melhorias no Parque Ecológico e Jardim Botânico, assim como já é feito com os valores da bilheteria. "Desde que iniciamos a cobrança da bilheteria do Parque Ecológico, já foi possível realizar muitas melhorias, como recapeamentos, desassoreamentos, reformas de diversos recintos, construção de sanitários, que serão entregues já no início do ano, e muitas outras ações", ressaltou.

Tancredi explicou que o valor de cobrança do estacionamento é acessível e que esta é uma prática comum em diversos Zoológicos do País. "Com mais esse recurso, será possível realizar ainda mais avanços, oferecendo condições ainda melhores para os animais e os visitantes", comentou o presidente.

Também ficou definida na última reunião realizada pelo Conselho Gestor os projetos de investimentos para 2020, tanto no Parque Ecológico como no Jardim Botânico. Devem ser adquiridos no próximo ano: um caminhão F4000; um trator pequeno; uma bobcat; um carrinho elétrico; uma câmara fria para conservação de carnes e legumes; aquisição de brinquedos com acessibilidade para crianças.

Devem ser realizadas ainda as reformas dos recintos dos canídeos, pequenos e grandes felinos, urubu rei, e cracídeos; construção de portaria na rua lateral do Parque Ecológico; reforma da entrada do Jardim Botânico e construção do orquidário no local. Caso necessário, essa programação de aquisições e obras pode ser alterada por deliberação do Conselho Gestor.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018