22/11/2019 às 11h27min - Atualizada em 22/11/2019 às 11h27min

Motorista de van atrasa e pacientes de S. Bárbara perdem consultas e exames

De acordo com pacientes, o motorista estava descontrolado durante todo o trajeto, maltratando-os e discutindo alto com uma idosa (foto), que chegou a chorar. Além de trafegar em alta velocidade, falar ao celular enquanto dirigia e quase bater a van com os pacientes dentro.

Pacientes de Santa Bárbara d'Oeste perderam suas consultas e exames agendados ontem no Hospital Estadual de Sumaré (HES) "Dr. Leandro Franceschini". O motivo, segundo eles, foi o atraso do motorista da van (Placas FCW 1249, de Santa Bárbara d'Oeste) da Prefeitura de Santa Bárbara d'Oeste. De acordo com os pacientes, o motorista demonstrou-se descontrolado durante todo o trajeto, discutindo alto com idosos, trafegando em alta velocidade e falando no celular enquanto dirigia.

Indignada com a situação, a paciente Pâmela charline de Brito Alves, de 31 anos, contou que o motorista, além de atrasar, foi irônico e rude com as pessoas durante todo o trajeto. "Perguntamos o que aconteceu ele foi irônico, disse que não tinha acontecido nada. Discutiu com nós o caminho todo e nos tratou como lixo, dirigindo em alta velocidade e gritando com as pessoas. Ele chegou, inclusive, a parar a van para discutir com uma das pacientes, que já era idosa, e ela começou a chorar de nervoso", lembrou. "Além de estamos doentes temos que ser humilhados", questionou Pâmela.

Outra paciente, Valdemir Poiati Rodrigues, de 59 anos, contou aos prantos que foi maltratada pelo motorista. "Eu fui pegar a van para ir para Sumaré e a van passou 6h30, ao invés de 5h30 conforme estava marcado. Aí eu fui perguntar para o motorista, de nome Sidney, o que tinha acontecido e ele foi grosso comigo e me tratou muito mal", disse.

Segundo Valdemir, o motorista trafegou o caminho todo em alta velocidade e quase bateu a van da prefeitura. "Passei até mal de tanto nervoso com ele discutindo com a gente durante o caminho, correndo com a van e falando no celular enquanto dirigia. Ele quase bateu a van, cheia de pacientes, num carro", lembrou.

A paciente contou, ainda, que o exame que perdeu não tem data para ser reagendado e pediu providências por parte da prefeitura. "Tinha paciente lá que não podia passar nervoso e esse motorista não estava nem aí. Não sei o que acontece com esse pessoal, que não quer trabalhar e desconta nos pacientes. Espero que a prefeitura tome providências e coloque alguém que ame o que faz e saiba lidar com as pessoas, pois não merecemos isso", lamentou.

A Prefeitura de Santa Bárbara d'Oeste foi questionada sobre quais medidas seriam adotadas diante do ocorrido, mas novamente não respondeu aos questionamentos do Portal Atualidade e SBO Repórter.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018