04/10/2019 às 19h01min - Atualizada em 04/10/2019 às 19h01min

Americana inicia campanha contra sarampo na 2ª feira

Cidade possui cerca de 11 mil crianças de 6 meses a 4 anos

Da Redação

 A partir da próxima segunda-feira (7), todas as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) ide Americana iniciam a campanha de vacinação contra o sarampo. A vacina é destinada às crianças com seis meses até quatro anos, 11 meses e 29 dias e será aplicada pelos profissionais da Rede Básica de Saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. A campanha segue até o dia 25 de outubro, sendo que no sábado, dia 19, haverá o “Dia D”, com algumas unidades abertas o dia todo para atender, principalmente, os pais e responsáveis que não conseguem levar as crianças durante a semana. A campanha é destinada às crianças que não estão com a vacinação em dia, portanto, não será feita para doses extras.

Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, há no município aproximadamente 11 mil crianças nessa faixa etária, sendo que muitas ainda não receberam sequer a primeira dose. As vacinas contra o sarampo, disponíveis na rede pública, são a tríplice e a tetra viral, que além de oferecer imunidade contra o sarampo também servem como proteção para caxumba e rubéola, sendo que, no caso da tetra viral, ainda protege contra a catapora, além das outras três doenças. Em 2018, a cobertura vacinal em crianças de até um ano de idade foi de 92% e este ano, até o mês de agosto, 83% das crianças nessa faixa etária haviam sido imunizadas.

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Simone Maciel, explicou que esta campanha será destinada a atualizar a situação vacinal de crianças que estão com a vacinação incompleta. “Essa campanha visa colocar em ordem a carteira de vacina daquelas crianças que, de acordo com a idade, está faltando a vacina. Nós não iremos fazer nenhuma dose extra daquelas pessoas que estão com a carteira atualizada de acordo com a rotina”, esclareceu.

Já havia oito anos que Americana não registrava nenhum caso de sarampo, sendo que em 2011 dois casos foram notificados pela Vigilância Epidemiológica. Na época, um dos casos foi considerado importado do continente europeu e o outro não foi possível identificação por questões técnicas laboratoriais. Este ano, já foram quatro casos confirmados, sendo dois autóctones, cujos moradores contraíram a doença na cidade e dois importados do município de Guarulhos.  Das 22 notificações que a Vigilância Epidemiológica recebeu até agora, oito foram descartadas e dez seguem sob investigação. Dos quatro casos confirmados nenhum foi a óbito e os moradores passam bem.

O sarampo é uma doença viral aguda, altamente contagiosa, cujos principais sintomas são febre alta persistente, tosse, coriza, conjuntivite e manchas avermelhadas na pele. Adultos que ainda não foram vacinados precisam procurar uma unidade de saúde mais próxima, bem como levar seus filhos, caso esses ainda não tenham recebido a primeira dose.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018