24/08/2019 às 11h44min - Atualizada em 24/08/2019 às 11h44min

​Americana inicia vacinação contra sarampo em crianças a partir de seis meses

Para receber a dose extra os pais ou responsáveis devem levar seus bebês na UBS mais próxima; as unidades funcionam se segunda a sexta, das 8 às 16h.

Da Redação
Assessoria de Imprensa
Todas as crianças entre seis e 12 meses de idade, residentes em Americana, deverão ser vacinadas contra o sarampo.

A medida foi anunciada nesta sexta-feira (23) pela vigilância epidemiológica do município, após notificação da Secretaria Estadual da Saúde, por meio do Departamento Regional de Saúde (DRS-7), de Campinas.

A nova determinação já havia sido anunciada pelo Ministério da Saúde no dia 9 de agosto, e tem por objetivo interromper o ciclo de transmissão da doença, que entre o dia 30 de dezembro de 2018 e 10 de agosto deste ano já fez 1.680 vitimas no país. 

Em Americana, a vigilância calcula em aproximadamente 1,5 mil as crianças que deverão receber essa dose extra da vacina tríplice viral, já que ela não será considerada para efeito do calendário de vacinação, ou seja, crianças a partir dos 12 meses (11 meses e 29 dias) que receberem essa dose extra (também chamada de dose zero ) irão receber normalmente a primeira dose, com mais de 12 meses de idade, prevista no calendário anual.

Para isso, os pais devem se atentar ao período em que a criança irá receber a dose subsequente, pois é preciso respeitar um intervalo de 30 dias a partir da dose zero . Além do sarampo, a tríplice viral protege a criança contra a rubéola e a caxumba. 

De acordo com a nota emitida pela Secretaria de Vigilância em Saúde, órgão ligado ao Ministério da Saúde, a media se justifica devido ao risco aumentado de complicações, hospitalizações e mortalidade pelo sarampo neste grupo de indivíduos, bem como a necessidade de oferecer proteção a esses bebês, já que nos últimos 90 dias, o Brasil registrou 228 casos confirmados de sarampo nos menores de um ano, representando uma incidência de 38,3 por 100 mil habitantes.

No dia 29 de julho deste ano, a vigilância epidemiológica confirmou um caso de sarampo em uma mulher de 50 anos e aguarda pelo resultado do exame de outros 12 pacientes, sendo dois meninos, de seis e nove anos, e dez adultos entre 21 e 50 anos, dos quais seis mulheres e quatro homens.

Para receber a dose extra os pais ou responsáveis devem levar seus bebês na UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima, munidos da certidão de nascimento e carteira de vacinação da criança. As unidades funcionam de segunda a sexta-feira e as salas de vacina oferecem o imunizante entre 8h e 16h.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018