22/08/2019 às 09h52min - Atualizada em 22/08/2019 às 09h52min

S. Bárbara registra mais de 2,7 mil casos de dengue

Cidade tem 1 caso confirmado de chikungunya e outras 6 suspeitas

Da Redação
Santa Bárbara d’ Oeste registra atualmente 2.774 casos positivos de dengue e um óbito que foi confirmado no mês de junho. A cidade também confirmou nesta semana o primeiro caso de chikungunya e mais quatro suspeitas que estão em investigação. Os números são da Secretaria Municipal de Saúde, que registra ainda uma notificação de zika vírus, duas suspeitas de febre amarela e analisa seis suspeitas de sarampo. 
As ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue,  chikungunya e zika vírus,  continuam intensificadas, mesmo no período de inverno, segundo a Prefeitura. As equipes de agentes de controle de endemias seguem realizando diariamente visitas nos imóveis para orientar os cidadãos quanto aos cuidados necessários. 


A medida é imprescindível para reduzir o risco de transmissão de dengue e de outras arboviroses. Deve-se lembrar que os ovos depositados pelos mosquitos nos meses de verão podem ficar viáveis (adormecidos, porém vivos) por até 2 anos, aderidos nas paredes dos recipientes, e continuar o ciclo de desenvolvimento quando ficarem cobertos de água. Por isso, devem-se manter os cuidados de eliminação de recipientes que possam acumular água, bem como, vedar tambores e caixas d'água, realizar a limpeza das calhas, eliminar os pratinhos de vasos de plantas, guardar pneus em locais cobertos e usar ralos do tipo “abre e fecha”. Caso a pessoa armazene água em tambores, barris ou baldes, é necessário usar tampa que vede adequadamente ou utilizar telas milimétricas. 

A Prefeitura orienta a população a receber bem os agentes de controle de endemias, porque eles têm informações importantes sobre medidas simples que podem prevenir doenças graves. Em caso de dúvidas, devem em contato com a Divisão de Controle de Vetores do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), pelo telefone 3463.8099. 

Caso a pessoa apresente sintomas como febre, dor de cabeça, dor no fundo dos olhos, manchas no corpo, dores nas articulações, deve procurar a unidade de saúde mais próxima da sua residência e não se medicar por conta própria, sem antes consultar o médico, já que alguns medicamentos podem agravar a doença.
 

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018