10/07/2019 às 17h18min - Atualizada em 10/07/2019 às 17h18min

Clínica vai entrar na Justiça contra interdição

Empresa é alvo de uma ação do Ministério Público, que a acusa de ignorar a determinação administrativa

Walter Duarte
Reprodução
A Casa de Repouso El Shaday vai entrar com um mandado de segurança contra a decisão da Vigilância Sanitária de Nova Odessa de interditar o local, no bairro Santa Luiza I. A empresa é alvo de uma ação do Ministério Público, que a acusa de ignorar a determinação administrativa.

Segundo o advogado da clínica, Marlon Bartolomei, após a fiscalização que apontou irregularidades no espaço, foram apresentados cerca de 1,4 mil documentos que, de acordo com ele, comprovariam a legalidade de atuação.




“Fiz esse protocolo em uma sexta-feira, à tarde, e na segunda de manhã estava indeferido, ou seja. Não houve a análise e a fundamentação que a Constituição determina”, argumenta.

O defensor afirmou, ainda, que a casa de repouso tentou cumprir a decisão de interdição. “Tem idosos com parentes nos Estados Unidos. Onde nós os colocaríamos? A Secretaria de Saúde não iria acolher”, completou.

Em nota, a Prefeitura de Nova Odessa informou que vai defender a legalidade dos atos praticados pela Vigilância na Justiça. "A Vigilância aguarda o mandado e está à disposição para apresentar à Justiça todos os resultados da vistoria realizada no imóvel e o relatório referente à análise do recurso apresentado.
 

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018