13/04/2019 às 14h26min - Atualizada em 13/04/2019 às 14h26min

10º Festival Americana Mostra termina neste domingo (14)

Público ainda poderá conferir quatro espetáculos diferentes até o encerramento

ANDRE LUIS CIA
Divulgação
Para quem deseja curtir os dois últimos dias do 10º Festival Americana Mostra, promovido pela Associação Fábrica das Artes, a oportunidade está imperdível, já que os espetáculos que se apresentarão este fim de semana têm temáticas diversificadas e atraentes que prometem entreter e emocionar o público. Neste sábado (13), as apresentações acontecem às 20h, no Teatro Municipal, e às 22h, no Fábrica das Artes. E no domingo (14), às 11h, no Parque Ecológico, e às 20h, também no Espaço Fábrica das Artes. O ingresso é o Ticket Cultura (o público escolhe quanto pagar pela apresentação).  
“Destino”, peça do grupo Barracão de Campinas será a primeira deste sábado. O espetáculo é uma viagem através de fragmentos da vida de duas famílias que cruzam seus caminhos ao longo de seus dias, chegando, invariavelmente, a um destino único. Numa mistura de alegria, medo, opressões, generosidades, solidão e mistérios, o desfecho se anuncia, mas não é evitado, porque está oculto no desejo de que nada seja o que evidentemente é.
Ás 22, é a vez do Grupo de Teatro Estrada (Indaiatuba), encenar “Mármores”. Nela, será mostrado como a memória sobrevive ao tempo. Uma menina que perde a infância e a inocência nas mãos do próprio pai. Medo, silêncios… O futuro que não vai chegar e o passado que sobrevive nas lembranças soltas no tempo. Através das canções de ninar e cantigas infantis, a peça traz um universo lúdico e de horror para falar sobre a dor da violência vivida por Maria.


No domingo, último dia da mostra, às 11h, no Parque Ecológico, o público poderá ver a performance do grupo La Cascata Cia Cômica, de São José dos Campos, com a peça “Mãos à obra”. Inspirados nos grandes espetáculos  do universo circense, a La Cascata Cia. Cômica coloca em cena o  Espetáculo “Mãos à Obra”. Os Palhaços Meio-Quilo (Renato Junior)  e Zaca (Adriano Laureano), são  dois pedreiros que, em meio a confusões, disputas e  trapalhadas construirão o  mais novo condomínio: O Garden Golden Towers Boulervard Shopping  Business & Residence. Mãos à Obra!
“Pé na Curva”, da Cia de 2 (São José dos Campos), encerra o festival, às 20h, com uma peça do teatro do absurdo. Ela conta a história de Tolo e Infeliz: dois andarilhos que estão a vagar em algum lugar, em algum tempo. Os únicos sobreviventes de um mundo pós-apocalíptico que, através de um sonho, foram designados a uma missão, mas por um erro, acabaram se perdendo. Agora os dois tentam de todas as formas retornar ao caminho que os levará a um único destino.


Pé na Curva (14), às 20h, no Fábrica das Artes, encerra a mostra  
 

 
 



 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018