21/03/2019 às 18h18min - Atualizada em 21/03/2019 às 18h18min

Vereadores aprovam CEI que vai investigar DAE de Americana

O requerimento para investigação foi protocolado pelos vereadores Rafael Macris (PSDB) Odir Demarchi (PR), Maria Giovana (PCdoB), Professor Padre Sérgio (PT), Vagner Malheiros (PDT), Dr. Antônio Carlos Sacilotto (PSDB) e Gualter Amado (PRB).

- redacao@portalatualidade.com.br
André Luis Cia
Foto: Divulgação
A Câmara de Vereadores de Americana aprovou na tarde de hoje (21), a abertura de uma CEI (Comissão Especial de Inquérito), para investigar supostas irregularidades no DAE (Departamento de Água e Esgoto), em atos e omissões da autarquia, como por exemplo, o seu patrimônio, realização de obras, fornecimento e prestação de serviços referentes ao período de janeiro de 2015 até o momento. O requerimento foi protocolado pelo vereador Rafael Macris (PSDB), e contou com o apoio de outros seis vereadores. 
Assinaram o requerimento a favor da investigação, os vereadores Odir Demarchi (PR), Maria Giovana (PCdoB), Professor Padre Sérgio (PT), Vagner Malheiros (PDT), Dr. Antônio Carlos Sacilotto (PSDB) e Gualter Amado (PRB). Com isso, foi atingido o número necessário de um terço dos parlamentares para a instauração da CEI.

Macris defendeu que a criação da CEI se justifica, em primeiro lugar, pela quantidade de reclamação dos moradores. “É uma insatisfação generalizada quanto à qualidade da água fornecida às pessoas, além da falta dela em diferentes bairros, assim como, a baixa pressão na torneira, além de outros problemas”. 
Inicialmente havia sido pedida uma comissão de estudos no Legislativo, que seria instaurada via decreto pela Mesa Diretora. Ela passaria por votação dos vereadores. A maioria simples, ou seja, 10 votos favoráveis aprovaria o pedido de investigação. “No entanto, observamos um movimento da base aliada do Governo para que essa comissão de estudos não fosse instaurada. Foram pedidos duas vistas, incluindo a de hoje, mas conseguimos o número que precisávamos para sua aprovação”, justificou Macris.  
A composição da CEI, que terá 120 dias para investigar o DAE, ainda não foi formada. Caberá ao presidente, através dos líderes de bancada, indicar os vereadores que comporão as investigações, assegurando a representação proporcional partidária.

OUTRO LADO- Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa da Prefeitura, informou por nota que: “ Há alguns dias, o Governo teve a informação sobre o trabalho de formação da CEI, e está tranquilo com relação à gestão do DAE, assim como em relação à toda Administração. Nunca houve, por parte do Executivo, nenhum trabalho para impedir a formação deste tipo de comissão, e não seria dessa vez que isso ocorreria. Quando líder, o próprio articulador da comissão, nunca recebeu esse tipo de orientação”.

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018