28/02/2019 às 17h37min - Atualizada em 28/02/2019 às 17h37min

Gestante é picada por escorpião em loja no Centro de Americana

Não pôde tomar o soro antiescorpiônico por estar grávida

Luis Capucci - redacao@portalatualidade.com.br
Foto: Reprodução/ Facebook
A comerciante Jaqueline Vazon, que está com cinco meses de gravidez, foi picada por um escorpião enquanto provava um vestido em uma loja no Centro de Americana na tarde de ontem (27).

De acordo com ela, a situação foi desesperadora. “Eu peguei um vestido para provar. Depois de um tempo eu senti uma fisgada na minha lombar. Primeiro achei que fosse uma agulha, mas a dor foi aumentando. Depois de um tempo, eu vi o escorpião morto no chão e percebi o que tinha acontecido. Eu comecei a gritar dentro do provador”, declarou a comerciante.

Jaqueline relata que teve todo apoio das funcionárias da loja, que ajudaram a sair do provador e já chamaram uma ambulância. “Eu não tenho o que falar da loja. As funcionárias me ajudaram muito. Isso não foi culpa delas. Não devia ter esse bicho no centro da cidade”, afirmou.

A ambulância levou então a grávida até o Hospital Municipal Waldemar Tabaldi. Lá eles aplicaram uma anestesia para cortar a dor e entraram em contato com o Hospital da Unicamp (Universidade de Campinas), que informou que ela não podia tomar o soro antiescorpiônico por estar grávida.

Depois de um tempo, o marido da comerciante chegou ao local e achou melhor levá-la até um hospital particular. Lá ela foi medicada e mandada para casa. Na manhã de hoje (28), Jaqueline consultou um médico obstetra, que fez ultrassom e afirmou que o veneno não afetou o bebê, que continua completamente saudável.

“Na hora foi muito desesperador. Eu chorava muito. Achava que ia perder meu bebê, mas ainda bem que tudo terminou da melhor forma possível”, disse a comerciante.

A Prefeitura de Americana, através da sua  assessoria de imprensa, declarou que o controle de escorpiões realizado pelo PVCE (Programa de Vigilância e Controle de Carrapatos e Escorpiões) consiste no atendimento às reclamações relacionadas ao aparecimento dos aracnídeos; busca ativa nos casos de agravo ou acidente; e captura noturna nos cemitérios e demais pontos estratégicos de maior incidência.

 

"As ações seguem o que é preconizado no Manual de Vigilância, Prevenção e Controle de Zoonoses do Ministério da Saúde quanto ao controle e manejo desses animais.O risco para acidentes graves, principalmente crianças, permanece o ano todo, todavia a incidência é acentuada nos meses mais quentes.Na região central, assim como em vários bairros, a incidência aumenta justamente por conta da temperatura elevada e ocorrência de chuvas, fazendo com que o animal se locomova com maior frequência de um local para outro. A equipe tem realizado o trabalho de atendimento, conforme as ocorrências que são registradas diariamente. O trabalho de desinsetização será realizado pelo DAE (Departamento de Água e Esgoto), o qual aguarda o período de estiagem, visando a eficiência necessária com o procedimento", trouxe a nota. 


O executivo também orientou os moradores a vedarem os acessos à rede de esgoto e pluvial, como ralo abre/fecha e tela nos ralos e gralhas; manter limpos quintais e jardins, evitando acúmulo de lixo e entulhos, bem como folhas e galhos para não atrair baratas e insetos que sirvam de alimento; examinar roupas e calçados, toalhas de banho e cuidados com roupas de cama e cortinas que toquem o chão; quando for trabalhar com materiais de construção ou nos jardins, utilizar luvas grossas de raspa de couro e evitar andar descalço nesses lugares.
 

"A Secretaria de Saúde mantém o soro antiescorpiônico no Hospital Municipal “Dr. Waldemar Tebaldi” e os devidos protocolos de atendimento às pessoas que sofram agravos por escorpiões.A prefeitura também vem realizando diversos mutirões de limpeza, em várias regiões da cidade, visando a eliminação de focos tanto de escorpiões como de outros animais de importância médico-sanitária, como o mosquito Aedes Aegypti (transmissor da dengue), roedores, entre outros", completou a assessoria de imprensa da Prefeitura de Americana. 



Foto do local da picada. 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018