26/02/2019 às 18h23min - Atualizada em 26/02/2019 às 18h23min

Munícipe protocola Ação Civil Pública contra o DAE de Americana por conta da falta de água

Ele pretende conseguir 5 mil assinaturas de moradores que tem o mesmo problema para protocolar junto com a ação

Luis Capucci - redacao@portalatualidade.com.br
Foto: Reprodução
O fisioterapeuta Denis de Jesus Dias, que é morador do Parque Residencial Vale das Nogueiras, em Americana, protocolou uma Ação Civil Pública contra o DAE (Departamento de Água e Esgoto) pela falta de fornecimento de água e os valores abusivos das contas. Ele pretende conseguir 5 mil assinaturas de moradores que tem o mesmo problema para protocolar também no Ministério Público da cidade.

De acordo com ele, no início do ano, houve uma piora no problema da falta de água na cidade. “A água acaba às 9h e volta apenas 23h. Só tem água de madrugada no bairro. O caminhão pipa até esteve aqui alguns dias”, declarou o fisioterapeuta.

Segundo ele, a conta de água aumentou também de R$70 para R$90 de um mês para o outro. “A questão não é tanto o aumento. O problema é aumentar o preço de um serviço pelo qual eu estou pagando, mas não estou usufruindo. Eu, como consumidor e cidadão, acho isso absurdo”, afirmou Dias.

Ele protocolou a ação ontem (25) no Ministério Público, mas o promotor pediu que ele anexasse provas ao documento. Por isso, hoje (26) ele imprimiu diversas reclamações sobre a água que munícipes de diversos bairros fizeram nas redes sociais. O fisiterapeuta também está tentando conseguir 5 mil assinaturas para colocar junto com o processo.

A Prefeitura de Americana, através da assessoria de imprensa, declarou que não foram notificados sobre o problema de falta de água no Parque Residencial Vale das Nogueiras.

“Com relação à falta de água no Vale das Nogueiras, em consulta à nossa Central de Atendimento, não temos registros de ocorrências neste bairro. Pedimos que o consumidor entre em contato diretamente com a Central de Atendimento, por meio do telefone 0800-123737, para o devido registro. Dessa forma, poderemos averiguar de forma pontual o problema e tomaremos as providências necessárias para a regularização do fornecimento de água”, trouxe a nota.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018