09/01/2019 às 10h26min - Atualizada em 09/01/2019 às 10h26min

Família boliviana é encontrada morta com os corpos mutilados

Até o filho de 8 anos do casal foi assassinado

Luis Capucci - redacao@portalatualidade.com.br
Foto: Reprodução/ TV Diário

Os corpos de Jesus Reynaldo Condori Sanizo, de 39 anos, de Irma Morante Sanizo,38 anos, e do pequeno Gian Abner Morante Condori, de apenas oito anos, foram encontrados mutilados e divididos em três malas na noite de ontem (08) em uma casa. A família era boliviana e estava desaparecida desde 23 de dezembro de 2018. O caso ocorreu no bairro Jardim Paineira, no município de Itaquaquecetuba, no interior do Estado de São Paulo.

 



De acordo com informações da Polícia Militar (PM), uma equipe recebeu uma denúncia de cárcere privado e seguiu até o local com um parente da família desaparecida. Quando os soldados chegaram lá, a residência estava fechada. Eles então contataram o dono do imóvel, que permitiu a entrada.

 

As malas foram encontradas nos banheiros do fundo do local, que é utilizado para guardar roupas de uma confecção. Sacos foram encontrados dentro das malas e os corpos estavam dentro deles.

 

O suspeito de ter cometido o crime é um parente das vítimas, também boliviano, que veio para o Brasil para trabalhar com eles na confecção. Segundo testemunhas, ele estaria insatisfeito com os pagamentos.

 

A suspeita também vem do fato de que ele alugou o imóvel onde os corpos foram encontrados. O suspeito está foragido, mas já está sendo procurado pela Interpol.

 

A PM interrogou dois homens suspeitos de terem ajudado no transporte dos corpos das vítimas de São Paulo para Itaquaquecetuba. Porém, eles foram ouvidos e liberados.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018