28/04/2017 às 22h39min - Atualizada em 28/04/2017 às 22h39min

GREVE GERAL: 3 mil trabalhadores cruzaram os braços em Santa Bárbara

Portal Atualidade
PORTAL ATUALIDADE
O ato Nacional intitulado “Greve Geral” levou cerca de três mil trabalhadores de Santa Bárbara d Oeste a cruzarem os braços nesta sexta-feira, 28 de abril e participarem do movimento contra a Reforma Trabalhista, aprovada na Câmara dos Deputados, na última terça-feira, com 296 votos a favor e 177 contrários.

O PL proposto pelo governo Michel Temer altera mais de 100 pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Entre as alterações, a medida estabelece que nas negociações trabalhistas poderá prevalecer o acordado sobre o legislado e o sindicato não mais precisará auxiliar o trabalhador na rescisão trabalhista. 

Organizado pelas lideranças sindicais,carteiros, professores, membros de entidades e estudantes  o grupo esteve reunido na Praça Dona Carolina (Praça do Fórum) e desceram em passeata pela Avenida Monte Castelo até a Praça Central onde falaram da importância do movimento para presionar os senadores a rejeitarem Reforma Trabalhista.
 
Claúdio Pereira, presidente do Sindicato dos Metalurgicos disse que em conversa com os grandes empresários foi informado que não aprovarm essa reforma. “Essa reforma não agrada nem trabalhadores e nem empresários que foram categoricos em afirmarem que não irão contratar terceirizados, pois não terão garantia da qualidade do serviço”, explicou.
 
O movimento defende que a Reforma Trabalhista  foi jogada no lixo e que a CLT foi rasgada, onde os trabalhadores perderam todos os seus direitos adquiridos após muita luta. 

As agências bancárias ficaram paralisadas no período da manhã, retomamdo o atendimento ao público às 13h00. Escolas da Rede Municipal e Estadual também pararam e só vão retornar na próxima terça-feira, aopos o feriado do Dia do Trabalhador.
 

O Transporte Público urbano e intermunicipal ficaram parados das 8h30 às 13h30. No período da tarde o funcionamento foi normalizado gradativamente 



Também foi possível notar que a greve geral deixou o centro da cidade apagado nesta sexta-feira. O comécio abriu normalmente, mas não havia consumidores na rua. 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018