17/10/2018 às 21h39min - Atualizada em 17/10/2018 às 21h39min

Após críticas, PSDB se afasta da gestão Omar Najar em Americana

Rafael Macris deixou o cargo de líder de governo na Câmara. Vereadores do partido terão liberdade para votar os projetos da maneira que desejarem.

Luis Capucci - redacao@portalatualidade.com.br
Foto: Portal Atualidade/ William Tião
Em coletiva de imprensa realizada no fim da tarde de hoje (17), o PSDB anunciou que a partir de agora a sua bancada na Câmara Municipal de Americana vai passar a votar de forma independe e não mais pró base. O vereador e vice-presidente do partido em Americana, Rafael Macris, relatou já ter protocolado na Prefeitura o pedido de renúncia da posição de líder de governo. Também participaram do anúncio o vereador Marschelo Meche e o suplente de vereador, Orestes Camargo Neves.


Essas atitudes do partido foram em resposta a fala do prefeito Omar Najar, que na última segunda-feira (15), em um evento de apoia a candidatura de Marcio França (PSB) ao governo do estado fez críticas ao candidato tucano, João Dória. Já na terça-feira (16), criticou os deputados Vanderlei e Cauê Macris e também o vice-prefeito e presidente do PSDB Americana, Roger Williams, afirmando que ele abandonou a cidade par se tornar chefe de gabinete de Cauê quando ele foi eleito presidente da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo).

O vereador Rafael Macris afirmou que o Najar deveria ter mais gratidão por Vanderlei Macris, uma vez que ele deixou de concorrer duas vezes ao cargo de prefeito para apoiá-lo. “Prefeito se apequena com essas críticas vazias ao nosso partido. Uma aliança, que na nossa opinião, ele deveria respeitar”, declarou o parlamentar.

Ele também ressaltou que foram 100 projetos aprovados como líder de governo na Câmara. “Deixo a liderança de governo, mas continuo votando a favor de todos aqueles projetos que sejam benéficos para a população”, afirmou Rafael Macris.

O vice-prefeito Roger Williams afirmou que a bancada do PSDB na câmara vota agora de forma independente. “Nós tínhamos até então o entendimento de votação conjunta pró base, mas pelas palavras do prefeito ele não precisa do PSDB para governar”, declarou Williams.

Ele também disse ter ficado surpreso com as críticas com as declarações do prefeito. “Ele sabe como foi a condução da minha ida para a Assembleia Legislativa e o que eu ajudo a cidade de Americana mesmo não recebendo salários desde o ano passado”, afirmou o vice-prefeito.
 

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018