26/09/2018 às 20h01min - Atualizada em 26/09/2018 às 20h01min

Reunião para discutir possível diminuição do horário de atendimento de UBS do Jardim Europa em S. Bárbara gera polêmica

A maior parte dos moradores presentes se posicionaram contra a proposta

Luis Capucci - redacao@portalatualidade.com.br
Foto: Reprodução/ Google Street View
Ocorreu na tarde de hoje (22), uma reunião organizada pelo Comusa (Conselho Municipal de Saúde) de Santa Bárbara d’ Oeste para discutir com a população uma possível redução no horário de atendimento da UBS (Unidade Básica de Atendimento) do Jardim Europa I. Atualmente, o local atende das 7h às 19h, mas passaria a encerrar o expediente às 16h30. A maior parte dos moradores presentes se posicionaram veemente contra a proposta.
 


De acordo com a explicação do Comusa, houve uma pesquisa, realizada entre 1 de janeiro 31 de julho desse ano, que apontou que houve 21166 atendimentos das 7h às 16h30 nesse período. Porém, na mesma época, das 16h30 às 19h, houve apenas 1892 atendimento, o que equivale 13 por dia nesse período. Estudo semelhante também foi realizado na UBS da Cidade Nova, que também deve passar por uma redução no horário.

A reunião contou com a presença de Lucimeire Cristina Coelho Rocha, que é Secretária de Saúde do município e dos vereadores Antônio Carlos Ribeiro, o Carlão Motorista (PDT); Valdenor de Jesus Gonçalves Fonseca, o Jesus Vendedor (DEM); Joel Cardoso, o Joel do Gás (PV); Marcos Rosado (PR) e Paulo Monaro (SDD).

“Recebemos o convite para estar aqui na reunião. Eles solicitaram um estudo. Foi feita a apresentação no Comusa. Aí a gente veio hoje como convidado para ser explanado isso e ser discutido com a comunidade. Mas o conselho tem o total arbítrio para discutir isso e nos passar o que ficou decidido para ver se está dentro do nosso planejamento “, declarou a Secretária de Saúde.

O vereador Joel do Gás, por sua vez, se posicionou contra a redução do horário “O que eu tirei aqui é que deve ter uma alternativa sem ser a redução. A gente vai propor para a Secretária de Saúde e para administração para que nesse intervalo que tem um número reduzido de atendimentos para que coloque mais um médico então”, disse o parlamentar.

João dos Passos Ribeiro, membro do Comusa há seis anos, participou da pesquisa para diminuição do horário de funcionamento do local e concorda com essa ideia.” O pessoal fica ali sem uma segurança. Não estou culpando os policiais. Eles têm um postinho do lado e a UBS do outro. É escuro. Não tem condições, principalmente para as mulheres que ficam ali sozinhas”, explicou Ribeiro.

O professor Leandro Macedo, morador do Parque Planalto, esteve na reunião e se posicionou contrário a proposta do Comusa. “Eu pude perceber que a Secretaria de Saúde de Santa Bárbara quer fazer economia em uma área que não deveria que é a saúde. Eu penso que saúde e educação são prioridades na nossa sociedade”, opinou Macedo.

Uma nova discussão foi marcada para a próxima terça-feira (02) às 14h, na UBS do Jardim Europa I, que fica na Rua Portugal. Além da população e de membros do Comusa, essa nova reunião deve contar também com a presença de pessoas que fazem parte do Conseb (Conselho de Segurança de Bairro Jardim Europa e Adjacentes), que devem propor medidas para melhorar a segurança no local.
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018