17/09/2018 às 17h50min - Atualizada em 17/09/2018 às 17h50min

Moradora de S. Bárbara denuncia falta de vacina de meningite na cidade

Ela tenta vacinar o filho bebê há mais de dois meses e não consegue

Luis Capucci - [email protected]
Foto: Divulgação
A dona de casa Cristiane Nascimento tem um filho de apenas 10 meses. Ela tenta levá-lo para tomar a segunda dose da vacina de meningite há mais de dois meses e não consegue nos postos de saúde de Santa Bárbara d’ Oeste.
 

De acordo com a munícipe, ela foi inicialmente até a UBS (Unidade Básica de Saúde) do bairro Vista Alegre, mas uma funcionária do local pediu que ela voltasse na semana seguinte, pois a vacina não havia chegado. O mesmo se repetiu quando ela retornou ao local. “Dizem que fizeram o pedido e não veio”, relatou Cristiane.
A dona de casa foi até outros postos de saúde e ligou em UBSs da cidade toda, mas resposta foi negativa em todas elas.

O preço dessa vacina em laboratórios particulares fica em torno de R$280. “Eu posso até pagar para o meu filho tomar, mas acho isso uma falta de respeito com as pessoas”, declarou a munícipe.

Os questionamentos que o Portal Atualidade enviou para a Prefeitura de Santa Bárbara não foram respondidos até o fechamento dessa matéria.

A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, através de sua assessoria de imprensa, declarou que a diretriz do SUS (Sistema Único de Saúde) define que a aquisição e distribuição de vacinas é de responsabilidade do Ministério da Saúde e que o Estado apenas redistribui aos municípios.

“Neste ano, até o momento, foram solicitadas pela pasta ao Ministério, 2,2 milhão de doses da vacina meningocócica C. Porém, foram enviadas 1,2 milhões, o que representa 54% do total. O órgão federal tem enviado doses em quantidades inferiores às solicitadas da vacina meningocócica C, para meningite, resultando na necessidade de redistribuição parcial em âmbito estadual.À medida que novos quantitativos sejam enviados pelo Ministério, outras doses poderão ser disponibilizadas ao município”, declarou em nota a Secretaria, sem especificar a data em que isso pode ocorrer.

A reportagem não conseguiu entrar em contato com o Ministério da Saúde até o fechamento dessa matéria.

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018