16/04/2018 às 18h09min - Atualizada em 16/04/2018 às 18h09min

Vereadores criam abaixo-assinado contra aumento no salário do prefeito, vice e secretários de Americana

Amanda Sabino - amanda@portalatualidade.com.br
Foto: Divulgação
Os vereadores Marschelo Meche (PSDB) e Welington Rezende (PRP) criaram na sexta-feira (13) um abaixo assinado online contra o aumento nos salários do prefeito de Americana, Omar Najar, e dos secretários municipais. De acordo com o site Avaaz.org, o documento precisa de 1 mil assinaturas de cidadãos americanenses e, até o final da tarde desta segunda-feira (16), estava com 921 assinaturas.
 
O endereço eletrônico do
abaixo-assinado online foi compartilhado nas redes sociais por Rezende com a seguinte descrição “Americana vive a falência da saúde pública e da educação. É dever de qualquer agente público dar o exemplo e não aumentar seus salários. Eu (Welington Rezende) e o vereador Marschelo Meche pedimos a SUA colaboração para participar do abaixo-assinado online”.
 
Enviado à câmara pelo executivo, o projeto de lei propõe um aumento de 9,09% aos cargos de prefeito, vice-prefeito e secretários e 2,49% de reajuste salarial para os demais servidores públicos municipais.
 
Para Mesche, o abaixo-assinado é uma forma de mostrar a vontade do povo e sensibilizar a classe política para não cometer um erro na votação do projeto, que deve acontecer na próxima quinta-feira (19). Ele frisou, ainda, que está conversando com os cidadãos e 99% da população é contra o aumento.
 
“Na minha opinião, esse projeto do reajuste salarial dos agentes políticos de Americana é inviável no momento por conta da grave crise financeira pela qual nosso município passa. Seria, até mesmo, imoral aprovar um projeto deste tipo neste momento. Tanto eu quanto o Welington fazemos parte da Comissão de Justiça da Câmara Municipal e temos o respaldo do Tribunal de Justiça de São Paulo. A cidade demitiu servidores, não tem dinheiro para contratar médico e não é hora de aumentar salários de políticos. O abaixo assinado é uma forma de mostrarmos a vontade do povo e sensibilizar a classe política para não cometer um erro. Também tenho saído às ruas para conversar com a população sobre isso e 99% das pessoas são contra isso. Portanto, se aprovássemos esse projeto, estaríamos indo na contramão”, explicou.  

Rezende disse, ainda, que tem recebido mensagens da população nas redes sociais e que a proposta de aumento salarial é um desrespeito à lei. “O abaixo-assinado foi uma iniciativa minha e do vereador Marschelo Meche para dar a oportunidade da população expressar sua indignação com a proposta de aumento salarial dos políticos de Americana. Em nossas redes sociais temos recebido centenas de mensagens de apoio todos os dias. A proposta de aumento de salário do prefeito e secretários é um desrespeito à lei. É manifestamente inconstitucional. O prefeito quer legislar em causa própria. Não vamos aceitar. Americana não deve pagar esta conta, pois é manifestamente imoral”, frisou.
 
Caso o projeto seja aprovado, o prefeito passará a ganhar R$ 26 mil, valor superior ao salário do governador do Estado e ao do prefeito da cidade de São Paulo. O salário de prefeito, que, atualmente, é de R$ 23,8 mil, subirá para R$ 26 mil e o dos secretários, cujo valor atual é de R$ 14,3 mil, será reajustado para R$ 15,7 mil.
 
Segundo os dois vereadores, o número de assinaturas do abaixo-assinado online será apresentado durante a sessão da câmara da próxima quinta-feira, que acontece a partir das 14 horas.

Para assinar o documento, basta acessar o li
nk https://goo.gl/WXLbfC e colocar o endereço de e-mail do responsável pela assinatura.  
 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018