12/04/2018 às 20h06min - Atualizada em 12/04/2018 às 20h06min

Banca de Americana é ponto de troca e venda de figurinhas avulsas da Copa do Mundo

Amanda Sabino - amanda@portalatualidade.com.br
Foto: Amanda Sabino / Portal Atualidade

Apesar da Copa do Mundo só começar em junho, o evento já está movimentando o comércio e fãs de todas as idades por todo o país com o tradicional álbum de figurinhas. Em Americana, um dos pontos de compra, venda e troca de figurinhas mais movimentados é a Banca do Vicente, ao lado da Guarda Municipal de Americana (GAMA).

Nas dependências do local, vendedores comercializam figurinhas avulsas e realizam a troca de figurinhas repetidas. Na banca de jornal, a procura pelos pacotes fechados de cromos é tanta, que, desde terça-feira (10), as figurinhas estão esgotadas, de acordo com o proprietário, Mateus Vicente, de 80 anos. A expectativa é que as figurinhas, assim como os álbuns, chegassem ainda nesta quinta-feira (12).

Para Vicente, a Copa do Mundo e a coleção de figurinhas trouxe bastante movimento para o local. Segundo ele, desde que o álbum foi lançado cerca de 800 pessoas passam semanalmente pela banca para comprar ou trocar os cromos. “Abrimos às 7 horas da manhã e fechamos às 7 horas da noite e o tempo todo tem gente aqui atrás das figurinhas e dos álbuns. Os carros passam e param. As pessoas já se acostumaram a vir aqui, seja para comprar os pacotes fechados ou para trocar ou comprar figurinhas avulsas com os vendedores”, disse o proprietário.

Ele frisou, ainda, que o movimento é maior aos finais de semana, em especial aos domingos, quando o local chega a receber cerca de 400 pessoas. “O movimento começa a se intensificar na sexta-feira e de sábado e domingo estoura. Recebemos pessoas de todas as idades, desde crianças até adultos, que são fãs de futebol e querem completar seus álbuns”, explicou.

O microempreendedor Matheus Paracampos, de 18 anos, é um dos vendedores que ficam nas proximidades da banca para vender figurinhas avulsas. De acordo com ele, o preço das figurinhas varia de R$ 0,50 a R$ 5,00, sendo o valor mais alto para as figurinhas mais raras.

“As pessoas chegam aqui e procuram pelas figurinhas que faltam para elas completarem o álbum delas. Como elas já estão abertas, fica muito mais fácil para completar a coleção”, explicou.

Outro vendedor que passa o dia ao lado da banca é o industriário Edson Ramires, de 45 anos. Além de vender as figurinhas por um preço que varia de R$ 0,50 a R$ 5,00, Ramires troca figurinhas repetidas dos colecionadores. “Trocamos duas figurinhas da pessoa por uma que ela pode escolher. Mas, as figurinhas raras e as do Brasil não entram nessa troca. Por serem mais raras e mais valiosas, elas só são trocadas por outras raras ou vendidas”, afirmou.

De acordo com os ‘vendedores de figurinhas’, as mais procuradas pelos americanenses são as prateadas e as dos jogadores Neymar Jr. (Brasil), Cristiano Ronaldo (Portugal) e Leonel Messi (Argentina).

Na banca, o álbum de figurinhas da Copa do Mundo comum pode ser adquirido por R$ 7,80 e o álbum de capa dura custa R$ 49,90. O local fica na Avenida Bandeirantes, 01, Chácara Machadinho, em Americana (próximo ao Viaduto Amadeu Elias e à GAMA).


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018