11/04/2017 às 16h12min - Atualizada em 11/04/2017 às 16h12min

Três empresas aderem ao Programa Seguro-Emprego e evitam demissões

Redação
Ilustrativa
Dados do Ministério do Trabalho apontam que 2,2 mil demissões foram evitadas em março, com a adesão de mais três empresas ao Programa Seguro Desemprego,  sendo duas em São Paulo e uma no Paraná. Segundo balanço divulgado hoje (10) pelo Ministério do Trabalho, desde dezembro, quando o programa foi anunciado pelo presidente Michel Temer, sete companhias assinaram acordo com o governo federal.
 
Conforme balanço da pasta, o governo federal irá gastar R$ 394.471,85 com a complementação salarial de 149 trabalhadores. Ao aderir ao programa, às empresas comprometem-se a não demitir pelo período de seis meses, com possibilidade de renovação do prazo.
 
Assinaram o PSE no mês passado as empresas Atlas Copco Construction Technique Brasil, de Sorocaba, a PS Logística e Promoções Armazéns Gerais, de Barueri, e a SAS Automotive do Brasil, que atua na cidade de São José dos Pinhais, no Paraná.

O programa permite às companhias em dificuldade financeira reduzir em até 30% a jornada de trabalho dos empregados e diminuir proporcionalmente os salários, desde que não demitam. Em contrapartida, o governo federal complementa 50% do valor reduzido do salário do empregado até o teto de 65% do valor da parcela do seguro-desemprego.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018