20/03/2018 às 11h49min - Atualizada em 20/03/2018 às 11h49min

Câmara entrega título de cidadão americanense a Vander Batistella nesta terça

- redacao@portalatualidade.com.br
Câmara Municipal de Americana
Foto: Divulgação
A Câmara Municipal de Americana realiza nesta terça-feira (20) sessão solene para a entrega do título de cidadão americanense ao senhor Vander Favarin Batistella, pelos relevantes serviços prestados ao município.
 
A solenidade acontece no Plenário Dr. Antônio Álvares Lobo, a partir das 19h30, e é aberta ao público. A TV Câmara transmite ao vivo, pelo canal 4 da NET e pelo site oficial. A homenagem foi motivada por projeto de decreto legislativo de autoria do vereador Thiago Brochi (PSDB).
 
Biografia
Vander Favarin Batistella nasceu em São João do Pau D’Alho, interior de São Paulo, em 21 de setembro de 1973.  Filho de Wanderley e Leonice, irmão de Wanda. Casado com Andrea Ferraz de Campos Batistella. Pai de Nathan e Filipe.
 
Desde cedo já se encantou pelo futebol, começando aos 6 anos. Dedicado, obteve destaque em sua cidade natal, recebendo assim um convite para fazer avaliação no Guarani de Campinas. Aprovado, mudou-se para Americana em 1987. Morou na casa de tios para poder treinar e jogar. Estudou na Escola Estadual Professora Dilecta Ceneviva Martinelli, no bairro Cidade Jardim, enquanto jogava em Campinas, ficando no Guarani até 1988.
 
No futebol, teve passagem pelo Bragantino em 1989 e XV de Piracicaba em 1991, clube em que se profissionalizou. Conciliou a profissão com o curso de Educação Física, formando-se pela Universidade Metodista de Piracicaba. Aos 22 anos, em 1994, encerrou a carreira como atleta profissional, e no ano seguinte começou a carreira como preparador de goleiros, ainda no XV de Piracicaba, nas categorias de base.
 
Teve passagem pela Portuguesa de Desportos em 1996, retornando a Americana em 1997. Aqui, treinou os goleiros do Rio Branco, tanto na base como no profissional, até 2009.
 
Retornou ao Guarani como preparador de goleiros da equipe profissional, onde ficou até 2013. Como membro da comissão técnica, foi vice-campeão brasileiro da série B em 2009, e vice-campeão paulista da série A em 2012.
 
Foi na passagem que teve pelo Rio Branco que surgiu o desejo da criação de um projeto social que beneficiasse crianças sem condições de pagar uma escola de futebol. Então, em parceria com a Prefeitura de Americana, através da Secretaria de Esportes, a Primeira Escola de Goleiros do Brasil foi fundada em novembro de 2005.
 
Nestes 12 anos, a Escola de Goleiros já atendeu milhares de crianças e adolescentes, de 07 a 18 anos, com aulas gratuitas. O projeto tem parceria com empresas da iniciativa privada, conta com cinco professores e envolve ainda os pais no acompanhamento das atividades. Atualmente, a Escola de Goleiros é tida como referência no Brasil, não só com a formação de atletas, mas também com a formação de homens de caráter.
 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018