13/03/2018 às 18h46min - Atualizada em 13/03/2018 às 18h46min

Prefeito Omar Najar sanciona Lei Lucas

- redacao@portalatualidade.com.br
Prefeitura de Americana
Foto: Divulgação
O prefeito de Americana, Omar Najar, sancionou nesta terça-feira (13), a Lei Municipal 6.144/18, conhecida como Lei Lucas Begalli Zamora, que dispõe sobre a obrigatoriedade da rede pública municipal e particular de ensino de Americana conceder treinamento em primeiros socorros aos professores e funcionários.
 
A lei, proposta pelo vereador Thiago Brochi (PSDB), alterou uma lei já existente de 2011 que não vinha sendo posta em prática; desde a retomada do projeto de lei, os treinamentos retornaram. O nome da lei homenageia o menino que, em 27 de setembro de 2017, morreu após engasgar-se com uma salsicha durante excursão escolar.
 
Como a falta de preparo para o socorro pesou para que a criança fosse a óbito, a família decidiu encampar um movimento para que haja melhor treinamento por parte de pessoas que trabalhem diretamente com crianças. “A lei, na verdade, é uma parte do projeto, pois queremos que todos possam ter treinamento de primeiros socorros para que, caso surja uma necessidade, uma vida como a do meu sobrinho seja salva”, disse Andrea Zamora Bettiati, tia de Lucas que acompanhou o prefeito e o vereador na assinatura.
 

 Brochi destacou o fator histórico da ação. “O prefeito Omar Najar é o segundo a sancionar a lei Lucas. Dos 380 municípios que procuraram fazer a campanha, Americana é a segunda cidade. Desde que falei do projeto ele ‘topou’ e decidiu apoiar; assim como o prefeito, o secretário da Saúde também iniciou os treinamentos e colocou em prática as ações.” A primeira cidade a transformar o projeto em lei foi Goioerê (PR).
 
O prefeito Omar Najar destacou a necessidade de se tomar medidas que ampliem a segurança das crianças. “Como gestor público não posso deixar de me preocupar com a segurança de estudantes e como avô não há como não se sensibilizar com a história do Lucas e com o risco que se corre quando o devido preparo não existe”, disse Omar.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018