02/02/2018 às 11h15min - Atualizada em 02/02/2018 às 11h15min

Baep prende três homens por estelionato em Campinas

Francisco Lima Neto - francisco.lima@portalatualidade.com.br
Redação
Dupla presa pelo Baep enquanto sacava dinheiro em agência | Foto: Baep
Uma equipe do Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia) da PM (Polícia Militar) prendeu três homens na noite de ontem (02), em Campinas, por estelionato. Dois deles estavam fazendo saques em um caixa eletrônico de uma agência no bairro da Ponte Preta. Eles estavam com quase 200 cartões clonados e com um bloco de senhas de clientes. Eles já tinham sacado cerca de R$ 5 mil. O terceiro, acusado de ser o chefe da quadrilha, foi preso em casa, em Valinhos. 

A PM foi ao local após denúncia de que os dois indivíduos estavam em atitudes suspeitas dentro da agência do Banco do Brasil. Ao chegar, Jeferson Freire Silva, 22, que estava do lado de fora, tentou fugir. "O indivíduo que estava na parte exterior da agência empreendeu fuga, contudo foi detido poucos metros a frente e no interior da agência foi detido o indivíduo que estava de posse de alguns cartões em branco e com uma certa quantia em dinheiro dos saques realizados no caixa eletrônico", informou o tenente Paulo Pazotto.

O homem que estava dentro da agência era Rodrigo Carmo dos Santos, 31. Com a dupla foram encontrados quase 200 cartões clonados e um bloco com senhas de clientes do banco. A dupla já tinha sacado cerca de R$ 5 mil.

A dupla confessou que estava atuando sob o comando do empresário Rafael Copini, 30, e que receberiam 40% de todo o valor subtraído. 
O empresário estava em casa, em um condomínio na entrada de Valinhos. A equipe foi até o local e o encontrou se preparando para fugir. Ele teria confessado a participação no crime.

REINCIDÊNCIA
De acordo com o Baep, o empresário já havia sido preso em 2013 pelo mesmo crime. À época, ele foi acusado pelo Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) de desviar R$ 2 milhões de centenas de vítimas.

VÍTIMAS
A polícia solicita que todas as pessoas que tiveram seus cartões clonados registrem BO (Boletim de Ocorrência) para que o caso seja investigado. Ainda de acordo com a PM, há indícios de que a quadrilha atua em várias cidades, principalmente na Grande São Paulo.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018