01/02/2018 às 18h55min - Atualizada em 01/02/2018 às 18h55min

Fila no Postinho do Romano volta a atravessar a madrugada em Santa Bárbara

Moradora aponta dificuldades para agendamento de consultas e parlamentar diz que não há médicos especialistas suficientes

Rodrigo Pereira - rodrigo.pereira@portalatualidade.com.br
Redação
Moradora diz que, mesmo com dores, sogro só conseguiu consulta para abril. Foto: Divulgação
Pela segunda vez em 26 dias, a espera para agendamento de consulta na UBS (Unidade Básica de Saúde) Dr. Célio Faria, conhecida como Postinho do Romano, em Santa Bárbara d'Oeste, começou já de madrugada hoje (1) e se estendeu pela manhã. A situação foi mostrada em rede social pelo vereador Valdenor de Jesus Gonçalves Fonseca, o Jesus Vendedor (DEM). Em um vídeo divulgado pelo parlamentar, uma moradora apontou dificuldades para agendar consulta com dentista e que seu pai conseguiu atendimento apenas para abril, mesmo apresentando dores. 

Jesus relatou que chegou na unidade por volta das 4h. "Chegando na unidade, já havia um número de pessoas aguardando na fila que, por sinal, ao passar das horas só aumentava. Muitos aguardam na fila durante a madrugada para serem os primeiros a retirar a senha com receio de não conseguirem agendamento. Em janeiro, muitas pessoas aguardaram por horas e não conseguiram marcar consulta", afirmou o vereador. Conforme o Portal Atualidade mostrou no dia 8 do mês passado, a espera para conseguir agendamento chegou a quatro horas e meia na unidade.

O parlamentar também citou deficit de efetivo na rede. "O número de vagas para especialistas não é suficiente para suprir a demanda. Pensando em situações como essa, apresentei ao prefeito uma proposta para que a cidade firme um consórcio intermunicipal de Saúde que visa aumentar o número de médicos especialistas", acrescentou.

"Eu to tentando marcar consulta desde abril. Eu vim tentar marcar consulta o mês passado pra passar no dentista e quando chegou na minha vez não tinha mais senha, não tinha mais vaga de consulta. Eu cheguei aqui, mês passado, era 5h40. Tava chovendo. Eu, conversando com a dentista, perguntei por quê. Ela me disse que ela tá sozinha e que já faz seis meses que tiraram a assistente dela. O posto é minúsculo, não tem suporte. E ela falou que pelo fato de não ter assistente tem que ficar parando, organizando, limpando pra poder receber paciente. É muita gente pra pouco atendimento, pra pouco médico, pra pouco tudo. É difícil", lamentou Jéssica Messias, moradora do Rochelle. 

Ela apontou que seu sogro também está com dificuldades para atendimento na rede municipal. "Ele tem uma dor forte na barriga na costa. Fui marcar (consulta) pra ele. Tá marcado para o dia 28 de abril. Como uma pessoa vai ficar com dor, passando mal todo dia, na idade dele, 78 anos?", questionou.


O OUTRO LADO
Questionada sobre a fila de hoje, a assessoria de imprensa da prefeitura não enviou posicionamento até a publicação dessa reportagem. No dia 8 de janeiro, quando houve situação parecida, a Secretaria de Saúde informou que em todo início de mês a procura pelas UBSs para agendamento de consultas é maior. "Porém, os agendamentos podem ser realizados também em outros dias respeitando o número de vagas disponíveis para cada especialidade", apontou.

"Vale ressaltar que, desde abril do ano passado, um novo sistema de atendimento foi implantado no município, priorizando a avaliação caso a caso e encaminhando o paciente para atendimento com algum profissional da unidade no mesmo dia em que é feito o acolhimento, sem necessidade de agendamento. Este é o Zera Fila da Saúde, que já foi implantado nas UBSs do São Fernando, Esmeralda e Planalto do Sol 2. A meta é estender este modelo de atendimento a todas as unidades de saúde do município até o final deste ano", acrescentou a administração municipal à época. 

Ainda de acordo com a prefeitura, a região terá em breve é com a nova UBS do Romano e Laudissi, entre as ruas Profeta Jeremias e Profeta Isaías. "A obra avança, já com serviços de alvenaria, colocação de calhas, entre outros. Com uma estrutura de 658 metros quadrados de construção, a nova UBS será uma das maiores em Santa Bárbara d'Oeste", concluiu. 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018