30/01/2018 às 15h18min - Atualizada em 30/01/2018 às 15h18min

Após alagamentos, comerciante faz muro de contenção e moradora muda de casa

Situação se arrasta por anos e vizinhos têm prejuízos a cada enchente, de acordo com empresário

Rodrigo Pereira - rodrigo.pereira@portalatualidade.com.br
Redação
Prefeitura diz que está licitando obra de desassoreamento de ribeirão. Foto: Divulgação

Vendo o mesmo problema se prolongar por anos, o comerciante Fernando Custódio, proprietário do Kintal Lanches, investiu dinheiro próprio para realizar obras de contenção de enchentes e evitar que a água entre em seu estabelecimento quando o Ribeirão Quilombo transborda. A situação, que voltou a ocorrer durante as chuvas registradas neste mês, causa transtorno a moradores e uma mulher que “perdeu tudo” decidiu deixar o local, de acordo com o empresário. A prefeitura informou que licita obras para desassorear o ribeirão.

“Nós tivemos umas três enchentes. Mas pega só na rua, porque nós fizemos um muro de contenção com uma comporta. Então, dentro da lanchonete não entra porque eu investi nesse mecanismo. Mas na Abdo Najar, na Rua Tibiriçá, principalmente, vizinhos, moradores, toda enchente perdem coisas faz muitos anos. (...) Nas casas vizinhas tem uma mulher que mudou nessa semana que antecedeu a enchente que teve sábado. Ela perdeu tudo, rescindiu o contrato e foi embora. O problema lá faz mais de 27 anos. É que a gente vai se adaptando ao problema. Mas que há um problema gravíssimo de enchente há”, relatou Custódio.

O comerciante ressalta a falta de solução para o problema. “Não é de agora. Só que nenhum prefeito, nenhum vereador vai lá pra solucionar o problema. Agora, porque aconteceu (novos alagamentos) colocaram no Face e tá todo mundo falando nisso, mas acaba a chuva e todo mundo para de falar”, lamentou.

O vereador Odir Demarchi (PR) tem acompanhado a situação e hoje (30) gravou um vídeo em um córrego nas proximidades da avenida no qual aponta que uma tubulação do local está parcialmente obstruída. “A saída de água que a gente vê tá entupida (...) Tá com meio tubo só de vazão. O que a gente tá conseguindo checar aqui embaixo é que se a gente não entrar com algum tipo de máquina que consiga fazer esse tipo de limpeza e arrancar essa terra que tá indo até o meio da avenida você pode ter certeza que não vai resolver o problema lá não”, relatou na gravação. O parlamentar afirmou que pediu à prefeitura que faça desassoreamento (remoção de areia, entulho, pedras e outros resíduos) do leito do Quilombo e a limpeza de todos os bueiros.  

O Setor de Obras e Serviços Urbanos da Prefeitura de Americana informou, por meio de assessoria de imprensa, que está sendo feita uma licitação de contratação de horas de dragline (máquina de escavação) para que seja realizado o desassoreamento no Ribeirão Quilombo e, assim, evitar os pontos de alagamentos nos locais citados.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018