23/01/2018 às 19h41min - Atualizada em 23/01/2018 às 19h41min

Ato pela prisão de Lula reúne cerca de 50 pessoas na Avenida Brasil, em Americana

A manifestação foi organizada pelo movimento Vem Pra Rua, que programou o mesmo tipo de ações em outras cidades do País, simultaneamente

Rodrigo Pereira - rodrigo.pereira@portalatualidade.com.br
Redação
Membros do grupo gritavam frases em apoio ao juiz Sergio Moro e contra o comunismo. Foto: Rodrigo Pereira | Portal Atualidade

Um grupo de cerca de 50 pessoas realizou uma manifestação pela prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na tarde de hoje (23), na Avenida Brasil, em Americana. A manifestação foi organizada pelo movimento Vem Pra Rua, que programou o mesmo tipo de ações em outras cidades do País, simultaneamente. Amanhã (24), o petista será julgado pelo TRF (Tribunal Regional Federal) em um processo no qual é acusado de lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

“O ato é a favor da justiça, que a justiça seja cumprida. Que todos são iguais perante a lei. Seja quem for, por dinheiro, por poder. Todos são iguais perante a lei”, afirmou o engenheiro eletricista Valmir Redlund, organizador do protesto. Ele afirmou que o movimento é apartidário e que, em Americana, o Vem Pra Rua está se formando agora. “Nós estamos formando um grupo que vai estar unindo três cidades: Sumaré, Santa Bárbara (d’Oeste) e Americana”, acrescentou.

Durante a manifestação, carros que passavam pela via buzinavam. O trânsito no local não foi afetado. Ao microfone, membros do Vem Pra Rua gritavam frases de apoio ao juiz Sergio Moro e contra o comunismo.

“Um ex-presidente da República envolvido em denúncias terríveis, em suposto enriquecimento ilícito, é uma coisa muito ruim porque é um péssimo exemplo para a sociedade. A gente espera que os homens públicos deem o exemplo. Então, eu vejo que diante da condenação dele em Curitiba e esse julgamento dele amanhã, é muito importante que as pessoas se manifestem”, avaliou o suplente de vereador do PSDB e ex-secretário de Saúde de Americana Orestes Camargo Neves, que acompanhou a manifestação.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Manifestação na câmara municipal de Santa Bárbara, servidores municipais cobrando sobre o reajuste de 1,69 de aumento no salário.

Publicado por Portal Atualidade em Terça-feira, 29 de maio de 2018